Vencedores dos OtakuPT Awards 2016

Por a 31 Janeiro, 2017 pelas 22:00 em Anime | 42 Comentários »

Vencedores dos OtakuPT Awards 2016

E chegamos assim ao fim de mais uma edição dos . A série anime  pelo estúdio (Steins;Gate) foi a grande vencedora levando para casa o prémio de melhor série anime de 2016, melhor personagem feminina com Rem e ainda melhor ending.

A melhor OVA de 2016 é Oregairu Zoku e a série anime (ERASED) ganhou a distinção de melhor personagem masculino de 2016 com Satoru Fujinuma e ainda melhor opening. Já o pior anime de 2016 é do estúdio asread.

O que acharam destes resultados?

  • Esse ano ficou surpreendentemente bom, só não esperava o Satoru (não que ele seja ruim)

  • Matheus Chagas

    Melhor anime com sobras para mim foi shouwa rakugo

  • Sr. Incrível

    Daqui a pouco começam os comentários clichês das pessoas, todo ano é a mesma coisa, pode ser um anime espetacular como One Punch-Man, sempre vai ter uma galera chorando por que ganhou, é bizarro isso, até quando Parasyte ganhou teve gente chorando pela vitória.

    Tudo bem discordar que Re:Zero foi o melhor anime de 2016, até eu discordo, prefiro Natsume Yuujinchou Go e Boku Dake, mas negar que Re:Zero é um grande anime? Sério? Tecnicamente ele é muito bem produzido, a trilha sonora é fantástica, e ele desconstrói e retrabalha clichês de animes de fantasia e viagem no tempo com uma perfeição incrível, é muito digno.

    Sinceramente, tirando Kabaneri e Kiznaiver, qualquer um dos concorrentes que ganhasse seria justo, aliás trocaria esses dois por Natsume e Ansatsu Kyoshitsu facilmente.

    • Kira

      Re zero foi bom mesmo , mas melhor do ano descordo tbm , a serie teve viradas e quebradas de cliches interessante , mas parece que o anime ganhou por culpa sabe de quem né….

      Não acredito que falaram mal de parasyte , foi perfeito.

    • É engraçado como o seu comentário também é tão clichê quanto os dessas pessoas que estão indignadas com as votações e querem colocar suas opiniões para fora, mas tudo bem, a sessão de comentário é aberta exatamente para isso.

      Eu discordo de Re: Zero ser um grande anime, tanto no sentido literal quanto figurativo. É um anime curto que não consegue utilizar bem o seu tempo de exibição e custos para se aproveitar de elementos narrativos que já foram utilizados antes – Higurashi no Naku Koro Ni, tem análise no site caso queira saber o que penso sobre a obra – mas ele não consegue. Por que ele não consegue? Porque ele precisa dar atenção a personagens desnecessários que não são bem utilizados para se evoluir uma trama ou drama psicológico dos personagens pois ele precisa vender “brinquedinhos” das “menininhas kawai”. É novamente esse mercado medíocre vendido para um público Otaku sendo produzido por outros Otakus que está cada vez mais influenciando no desenvolver de obras que inicialmente possuíam um potencial gigantesco para suas mensagens.

      Re:Zero teve o seu momento, ele começou de uma maneira exemplar, a direção desse anime é um exemplo a ser seguido mas que constantemente acaba se vendendo para o óbvio, o clichê, o já utilizado por uma infinidade de animes iguais a ele que contam a mesma história e com os mesmos personagens. Eu consigo dizer o nome de pelo menos trinta animes aqui que possuem OS MESMOS PERSONAGENS, pois eles se tornaram estereótipos, ou seja, TIPOS. Não são desenvolvidos como seres humanos, pessoas diferenciadas com personalidades a serem desenvolvidas. São rasas. Eu discordo de retrabalhar clichês, ele só insere e trabalha em cima deles algo que no fim, a única coisa produtiva dele vai ser fazer dinheiro com merchandise e brinquedos.

      Quer ver perfeição em direção? Perfeição em Narrativa? Perfeição em animação? Enredo? Desenvolvimento de trama? Drama? Personagens? Assista qualquer coisa produzida pelo Makoto Shinkai, Hayao Miyazaki, Gen Urobuchi e o Hideaki Ano. ISSO SIM é se utilizar de meios convencionais e estereótipos, trabalhar em cima deles e contar uma história que dará algo produtivo, estará se preocupando com a sua experiência áudio-visual e não somente colocando genéricos no meio para vender bonequinhos e você só pensar em escolher “sua waifu”.

      • Sr. Incrível

        “É engraçado como o seu comentário também é tão clichê quanto os dessas pessoas que estão indignadas com as votações e querem colocar suas opiniões para fora, mas tudo bem, a sessão de comentário é aberta exatamente para isso.”

        Engraçado como eu nunca vi algum comentário como o meu no meio dos comentários já feitos, realmente, ele é bem clichê.

        “Por que ele não consegue? Porque ele precisa dar atenção a personagens desnecessários que não são bem utilizados para se evoluir uma trama ou drama psicológico dos personagens pois ele precisa vender “brinquedinhos” das “menininhas kawai”.

        Frase engraçada, gostaria de exemplos práticos de momentos em que o anime parou de desenvolver sua trama para dar atenção às menininhas kawaii, pq Rem é completamente integrada na trama do anime e totalmente ligada aos traumas de Subaru, a menina meia-elfa é apenas um instrumento de roteiro, o objetivo o qual o protagonista pretende alcançar, e o resto é irrelevante na trama em tempo de tela.

        “Re:Zero teve o seu momento, ele começou de uma maneira exemplar, a direção desse anime é um exemplo a ser seguido mas que constantemente acaba se vendendo para o óbvio, o clichê, o já utilizado por uma infinidade de animes iguais a ele que contam a mesma história e com os mesmos personagens. Eu consigo dizer o nome de pelo menos trinta animes aqui que possuem OS MESMOS PERSONAGENS, pois eles se tornaram estereótipos, ou seja, TIPOS. Não são desenvolvidos como seres humanos, pessoas diferenciadas com personalidades a serem desenvolvidas. São rasas.”

        Novamente, discordo completamente, alguns personagens tem suas personalidades clichês, mas o protagonista definitivamente não, e é dele que vem as atitudes diferenciadas que causam o subvertimento de clichês, é como um personagem deslocado entre animes causando interações únicas e é exatamente o que faz Re:Zero valer a pena, além do belo uso de mecânica do tempo.

        “Assista qualquer coisa produzida pelo Makoto Shinkai”.

        Definitivamente não, sugiro que saia um pouco do ramo de gente que só vê anime em série, e vá saber o que críticos de verdade (de filmes) pensam sobre os filmes do Shinkai antes de Kimi no na Wa, basicamente ele só fez animes de mediano para bom, e até Your Name tem sido extremamente superestimado na minha opinião, mas como eu reconheço que tem suas qualidades eu não implico com quem acha uma obra-prima, viu como não é difícil?

        Mas sinceramente, esquecer Isao Takahata e colocar Makoto Shinkai?

      • Sobre a primeira resposta, bem, é só procurar direito pois você não é o único a pensar assim e sequer comentar por aqui sobre isso. Keep looking.

        Sobre a segunda resposta: Eu não vou dar exemplos destrinchando momentos dos episódios mas usarei apenas citações voltadas para o número dos episódios, se minha memória não me engana. Nos episódios iniciais (01~06/07), ele se fecha em uma regra de experimentação narrativa que é brincar com elementos que já foram utilizados uma vez em Higurashi e animes que brincam com esse lado místico ou sobrenatural de brincar com tempo e espaço para desenvolver uma história, porém de forma diferente que pelo menos eu ainda não assisti ainda algo de forma similar. Porém, isso não é novo – não que seja um defeito, pois o defeito propriamente dito está em ele esquecer sobre o desenvolvimento de trama em torno do protagonista reagindo ao mundo a sua volta como um telespectador principal e veículo primário para integrar a mente do telespectador dentro daquela história, ele falha em desenvolver o próprio protagonista como um “ser humano”, acaba que a sua personalidade é basicamente uma entidade já vista em inúmeros animes que não souberam trabalhar personalidade humana da mesma maneira que Re:Zero falha. E para piorar, os estereótipos que ele tem ele não subverte nada que ele pega, ele apenas insere um gore desnecessário e cenas de impacto que não são construídas de maneira gradativa para que esse momento seja bem executado narrativamente, no sentido de trazer o impacto do telespectador para a obra. Talvez ele merecesse maior espaço de produção? Talvez, apesar do fato de que em 26/27 episódios você consegue fazer um desenvolvimento perfeito em cima de uma trama e personagens primários para essa trama central ser movida, talvez seja um fator que não ajudou a obra. Ou o roteirista é muito ruim e o anime conseguiu piorar na adaptação.

        Basicamente eu já respondi o terceiro questionamento, mas volto a repetir: Ele não subverte expectativas, ele não cria algo em cima do estereótipo para subverter expectativas – sabe algo que faz exatamente isso? Neon Genesis Evangelion e Madoka Magica. ISSO é subverter o estereótipo e todas as expectativas que você cria em cima de um status co. de um personagem e aquele cenário no qual ele está inserido. Re:Zero tenta, mas falha, pois tudo se mantem genérico, tudo se encerra como uma grande venda de produto mercadológico feito de Otakus para Otakus, não há construção produtiva.

        Ele faz um bom uso da mecânica de brincar com o espaço/tempo? Faz, não nego e talvez seja a primeira vez que eu vi uma narrativa brincar com essa mecânica de storytelling. Mas não funciona pelo conteúdo que ele entrega.

        Então, amigo, eu não vou atrás de opiniões alheias pois, antes de mais nada, eu quero ter a MINHA. E depois disso, eu quero analisar a minha própria opinião para que o que eu fale, tenha valor no mercado jornalistico e critico. O que eu avalio, não tem que ser sobre pensamentos de fãs, tem que ser sobre os pensamentos de um crítico, não um leitor, fã, seguidor e por ai vai. Imparcialidade é algo complicado e deveras difícil de se manter em análises criticas sobre qualquer mídia, porém, Makoto Shinkai de maneira alguma ele constrói obras medianas, pois se fossem devidamente medianas, elas não chamariam tamanha atenção pois desde o seu início lá no primeiro anime onde ele sozinho em Notebook produziu, ele já chamava atenção pois todos sabem que ele tem QUALIDADE no que ele faz.

        Eu acompanho ele não é de hoje, não é de ontem e não é da data de lançamento do “Kimi no Na Wa”. Não há nada que ele não lance que seja RUIM, MEDIÓCRE, RASO. Porque ele não se foca somente em uma produção voltada para animar, ele trabalha com narrativa, personagens humanos, drama humano, personalidades e eventos cotidianos de uma vida humana. É um nicho que o meio Otaku não quer e nega, pois querem fugir da realidade. Não estou aqui para julgar eles, mas é uma realidade.

        E não esqueci do Isao Takahata.
        Conhece? Se sim, que bom. Se não, vá assistir tudo que ele já produziu. Feliz agora que eu citei ele? E qual o problema citar o Makoto Shinkai?

  • F E V E R THR33

    Bem, no final das contas um Rank de popularidade continua sendo um Rank de popularidade, das pessoas que votaram através das enquetes duvido que ao menos 30% tenham avaliado tecnicamente as opções antes de terem votado, eu por exemplo gostei muito de Re:zero, mas analisando bem as opções de maneira técnica, Showa Rakugo com certeza teria ganhado, e eu nem gosto do anime, mas fazer o que né. Não é porque você gosta mais de algo que isso se torna superior a outra coisa, eu me diverti mais vendo Qualidea Code do que Showa, mas não votaria nem f#dendo nele para melhor anime do ano…

    • Eu sou da Staff, eu não deveria dizer isso mas… eu acho que você foi muito generoso dando uma porcentagem de 30%.

      Mas no fim, é uma opinião geral e cada um tem a sua própria opinião, no fim é como você disse: uma votação de popularidade, indiscutivelmente. É interessante pois são os poucos casos onde a grande porcentagem da comunidade da OtakuPT se junta para debaterem seus gostos. (Não de uma maneira saudável, mas chegará esse dia)

      • F E V E R THR33

        Realmente, tens razão, mas as votações desse ano não foram tão turbulentas quanto as do ano passado (eu acho). Obviamente teria que ocorrer um certo atrito, mas não vejo isso como sendo “não saudável” o importante é expor a sua opinião e respeitar a dos outros, apesar de eu realmente odiar ranks de popularidade, mas fazer o que né. Quem sabe algum dia vocês da Staff não resolvam criar um tipo de “Oscar dos animes”, com críticos, pessoas para avaliar tecnicamente cada anime e decidir qual seria o melhor do ano, parece loucura, mas seria algo interessante de se ver…

      • Nós tentaremos esse ano, sem sombra de dúvidas, é uma possibilidade que está sendo discutida desde que novas pessoas adentraram a Staff – eu incluso. Eu não sei quanto os outros, mas eu irei preparar alguns conteúdos relacionados aos animes que eu, membro da Staff, considero como os melhores nos quesitos descritos.

        A possibilidade de um conteúdo voltado para a opinião da Staff ainda está em discussão, mas é uma possibilidade válida e o que impede isso é somente o tempo disponível para ser dedicado aos animes do ano pois são muitas coisas lançadas e pouco tempo disponível, fora que passamos o ano lançando notícias, análises e conteúdos próprios para vocês leitores, então dificulta ainda mais.

        Mas com certeza, faremos um dia pois é uma ideia muito interessante.

  • Shuujin

    Sem surpresas esse ano também, a moda venceu novamente.

    • E vai ser constantemente assim. Porém, eu irei produzir algo voltado para os prêmios que eu considero justo entregar para os animes que eu assisti esse ano, não sei bem se os outros escritores e o próprio Bushido fará o mesmo, mas esperem que ainda teremos conteúdos voltado para alguns animes de 2016.

      Incluindo… uma análise de Berserk 2016.
      Eu acho que… nem preciso dizer quem o fará e o que irá ser dito. D:

      • Nossa.. a staff da otakupt fazer de animes que acham que merecem, não quero nem ver a do Lucio.

      • detesto quando falam mal de mim assim
        Eu já disse que por mim showa tb é o anime mais bem fito do ano seguido de re:life mas eu sei que ainda não sou capaz de analisar esses dois a fundo, votei em re:zero porque julgo que me entreter mais é o que importa quando vejo animes, mas nem por isso o faz melhor obviamente, cada um tem seu critério de voto.
        E não tenho nada em mente ainda, posso analisar alguns animes do ano passado mas tops não pretendo.

      • Eu tenho medo do Lucio, eu acho que nunca disse isso.

        Mas a cabeça dele é uma mente muito “Shin Megami Tensei”, mas no sentido “weird stuff”.

      • Ahshshhshahshhhhhhs😂
        Perfeita representação e explicação do Lucio.

      • Shuujin

        Eu tenho certeza que sua lista será melhor que essa, isso nem tenho dúvidas.

        E já imagino sobre o que irão falar em Berserk…

    • Vê pelo lado positivo, não foi uma moda ruim, já que Boku no Hero Academia não ganhou.

      • Shuujin

        Rapaz, Boku no Hero Academia pisa em Re Zero, isso eu te digo, seria bem melhor se ele tivesse ganhado…

      • Te aconselho a não falar isso por aí, pois é unânime que Boku No Hero Academia foi um compilado de clichês e estereótipos de animes shounen sem absolutamente NADA a acrescentar, toda a crítica odiou o anime (excluindo o aspecto técnico é claro, que aliás ainda deixou a desejar) e é improvável que ele seja melhor que alguma coisa, quanto mais de Re Zero, que apesar de absurdos defeitos conseguiu entregar algo diferente (não necessariamente bom)

      • Shuujin

        Como você disse, diferente não é igual a bom, então eu acho que um monte de clichês com qualidade é melhor que algo “inovador” e que chega a irritar de tão chato.

      • Mas eis a questão, onde há qualidade em Boku no Hero Academia? So se estiver se referindo a animação, porque o anime como um todo é apenas um naruto com animação melhor

      • Shuujin

        E Re Zero como um todo é apenas uma cria de Higurashi no Naku Koro ni com SAO, Boku no Hero Academia é bom nas lutas, nos personagens, passa uma mensagem legal, tem uma boa comédia, etc.

      • 1 – Pelo menos copia dois animes medianos/bons, diferente de BHA que apenas uma cria de Naruto com algum filme meh da Marvel.
        2 – Se um shounen não tiver boas lutas ele é uma desgraça para o próprio gênero
        3 – o único personagem bom em BHA é o Bakugou, isso porque é dublado pelo Nobuhiko em todo o seu potencial
        4 – Que mensagem? Que o cara pode ser um fracassado que mesmo assim vai conseguir tirar poder da bunda?
        5 – Comédia de BHA se resume a um cara cuspir sangue e mudar de forma, nem deveria contar isso.
        6 – melhor não prolongarmos essa discussão, a realidade é que temos pontos significativos para odiar o anime um do outro kkkk

      • Shuujin

        1- Só Higurashi no Naku Koro ni que é bom, SAO nem mediano é, já Naruto pelo menos é bom (em algumas partes).

        2- Fala isso pra One Piece, que não tem boas lutas e ainda é considerado por muitos o melhor shounen.

        3- Todoroki é um personagem legal, a Tsuyu é amada por praticamente todos que assistem o anime, o Deku é um protagonista melhor que muitos que se vê nos animes atuais, o Aizawa é um personagem bem legal.

        4- Mensagem de nunca desistir, mesmo que todos digam que você é um ninguém, desde que você se esforce e tenha alguém para te incentivar, você pode atingir seus objetivos.

        5- Entre outras cenas bem engraçadas, principalmente as caras do Deku, só isso já é o suficiente:

        https://media.tenor.co/images/2a0d391675b0bc03400d79b5a6a21137/tenor.gif

        Não tem como olhar esse moleque possuído pelo capiroto e não dar risada.

        6- Se você diz, então tudo bem.

    • Essa vai ser a realidade eterna
      O que adianta ter animes melhores e mais bem feitos se a maioria não vê eles? (showa exemplo).

      • Shuujin

        Mas não adianta muito ser um anime bem feito se ele é entediante, como Fune wo Amu, por exemplo, por isso tem que ter um meio-termo, Haikyuu cumpriu os dois “requisitos” e merecia ter ganhado, Boku Dake ga Inai Machi também, se não fosse o mistério obvio demais, ele com certeza seria o melhor disparado.

  • Mais ou menos, né. Faltou umas boas aberturas e encerramentos, de resto foi o esperado. O que foi popular ganhou, os que não foram tanto, comeram poeira.

    • Para músicas, eu achei esse ano MUITO FRACO. Talvez porque esse ano eu fiquei um pouco mais ligado em músicas do estilo Jazz, Blue e até mesmo o Funk Americano, então eu simplesmente não tive saco para ouvir as músicas de anime esse ano pois todas me pareciam muito genéricas, eu sentia já ter ouvido elas antes. Não sei explicar bem.

      Tanto que não votei em nenhuma, seria injusto.

      • Até teve umas que eu mandei no e-mail, mas só as que eram terceira opção pra baixo.

  • Eu colocaria “Titulo do ano”, por sua popularidadeas não o melhor

  • Assim como todo o ano isso é previsível demais da conta o popular ou o mais conhecido é que ganha injustamente, fazer o que.
    Não dá pra concordar, mais um ano e mais uma votação terrível.
    Tem que começar a trocar esses titulos de “melhores do ano” e comecar a colocar “os mais populares do ano”.

    • Jamais colocaria algo tão fútil

      “Melhores” já parou para pensar um pouco? isso é subjetivo não porque o que vc usa para julgar melhor seja o que definisse isso, se para uma pessoa o que mais diverte é o que considera melhor quem seria você para dizer que ele estaria errado?

      Usar o critério de cada um para avaliar e deixar uma votação em aberto é o que acontece aqui, não temos culpa se os “mais bem feitos” são pouco vistos e mesmo em análise ainda não ganharia muitos porque quase ninguém vê.

      Vocês reclamam demais por algo assim na moral todo ano se não gosta se omite porque falar isso não vai adiantar nada, seria ridículo colocar “animes mais populares” porque isso é óbvio e nem precisa de votação para tal.

      • Uma coisa é melhor por opinião pessoal e outra é o melhor críticamente… gosto nunca foi sinônimo de qualidade.

        Porque como sempre sou livre para dar minha opiniao ☺, e vocês são chatos demais reclamando dos outros discordando do top.
        Os “melhores” também sempre é óbvio e a mesma coisa que “populares”… se trocar da na mesma e faz mais sentido.

      • Mano ao menos eu não votei em re:zero por sua popularidade afinal eu vi todos quase da votação ( só alguns como haikyuu que ainda irei ver).

        Gosto não é qualidade…..subjetivo afinal “qualidade” foi definida pelo gosto de alguém, por exemplo tem coisas de animação como design que é pessoal, até a narrativa pode ter várias formas de interpretação.

        E fazer mais sentido para diminuir a moral do top? não obrigado isso é tosco ninguém tem culpa de na maioria das vezes os melhores animes não atingirem a maior massa que assiste.

        Ta achando que todo mundo consegue ver showa? ou mesmo analisar um anime assim? só de pensar nisso vc sabe que nunca vi chegar o ano que um anime assim vai ganhar….e mesmo se ele for o melhor vamos supor, mas não agradar pelo seu ritmo, eu votaria nele por isso? ninguém deveria votar no que não gosta só por um senso de responsabilidade.

      • Para mim é relativo depende do anime se for um subjetivo ae sim depende do gosto e interpretacao. Bom, nunca mesmo vai chegar um ano assim ao menos não nesses sites de animes que tem um público adolescente e inexperiente que decidi isso… Bom, normal, ninguém vê todos animes igual eu pra julgar.. só ve uns 5animes que o povo fala muito durante o ano e vota neles como melhor do ano sendo que não viu um todos para julgar isso mas OK.

      • Bom não tem como ver todos né?
        e creio que vc saiba mas a maioria do público otaku é jovem só conheço umas 2 pessoas além de mim que são adultos que gostam de animes por onde moro, é uma triste realidade, e mesmo adulto não quer dizer que vá saber o que julgar em um anime, se for fazer uma votação séria jamais ela seria em público, mas fazer só para as pessoas que entendem não dá né.

      • Conheço bastante adulto que vê também… Não se vê muitos na net porque são ocupados demais para estar por aqui perdendo seu tempo e hoje em dia se tem mais adolescentes por que meio que virou uma moda recentemente, ta crescendo o público.
        Bom.. isso que diferencia os seguidores de coisa boa e os seguidores do DS haha
        Ter um pouco de senso crítico não mata ninguém.

      • Bom olha o lado bom se fosse o público do DS um ecchi ganharia ou no mínimo estaria na lista XD.

      • Certeza que teria se tivesse um enchi popular ano passado, mas teve nenhum….

  • Alexandre Skywalker

    Essa lista é bem interessante , eu de certo modo fico chocado pois pensei que Emília seria a best personagem de Re:zero vide suas dezenas de fanats no tumblr/Raddit/Pinterest quando foi anunciado o anime , saiu foi como umas das mais odiadas do ano .
    Eu não vejo estes animes como melhores , mas sim como animes interessantes e legais
    Meus favoritos foram Natsume , Shouwa , Ajin , 3-Gatsu , Fune Wo Amu , Yuri On Ice ,Mobile Suit Gundam: Iron-Blooded Orphans e outros animes chatões , mas meus parabéns para os vencedores.