Assiste à energética abertura de JoJo’s Bizarre Adventure: Stone Ocean

Girl power em doses JoJo

JoJo’s Bizarre Adventure: Stone Ocean, a sexta parte das aventuras de Hirohiko Araki vai receber mundialmente uma adaptação animada na Netflix a partir da próxima quarta-feira dia 1 de dezembro.

JoJo’s Bizarre Adventure: Stone Ocean estreia dia 1 de Dezembro na Netflix

Contudo, alguns contemplados já a assistem através do acesso antecipado no serviço de streaming, e por essa razão a Warner Bros. Japan partilhou no YouTube e nas restantes redes sociais a sua abertura.

A canção Stone Ocean, interpretada pela banda Kishida Kyoudan & The Akeboshi Rockets, transporta os expetadores à prisão Dolphin Street, onde Jolyne Cujoh, Ermes Costello, F.F, e Emporio Alniño vão tentar sobreviver a criminosos munidos de perigosos “Stands”. A abertura é reminiscente das primeiras, sendo em CGI, e homenageia as diversas gerações Joestar através de alguns momentos envoltos no mais puro “girl power”.

A sexta parte, Stone Ocean recebeu lançamento de 1999 a 2003 e possui 17 volumes, que partem do volume 64 ao 80.

staff será o mesmo, temos assim o regresso do estúdio David Production (JoJo’s Bizarre AdventureCells at Work!), Kenichi Suzuki regressa das partes 1-3 como diretor chefe, e Toshiyuki Kato (diretor da série JoJo’s Bizarre Adventure: Diamond Is Unbreakable, diretor de Then Spoke Kishibe Rohan) é o diretor. O guião é novamente de Yasuko Kobayashi e o design de personagens é Masanori Shino (Black Lagoon, GungraveNo Guns Life). Os stands são da responsabilidade de Shun’ichi Ishimoto (diretor chefe de animação de JoJo’s Bizarre Adventure: Golden Wind).

Sinopse de JoJo’s Bizarre Adventure: Stone Ocean

Florida, EUA, 2011 — Após um acidente de viação durante um passeio com o namorado, Jolyne Cujoh cai numa armadilha sendo condenada a uma sentença de quinze anos na prisão de segurança máxima Dolphin Street Prison, também conhecida como “O Aquário”. À beira do desespero, recebe um amuleto do pai, que desperta em si um tremendo poder. Uma mensagem de um rapaz misterioso que aparece diante de Jolyne e que lhe conta coisas sobre este mundo “sendo mais terríveis que a própria morte, incluindo o que acontece nessa mesma prisão”, uma sequência de eventos inexplicáveis, a verdade chocante revelada pelo seu pai durante uma visita e o nome DIO… Será Jolyne capaz de escapar do verdadeiro mar de pedra que é esta prisão? A batalha final que irá pôr fim ao fatídico a um confronto secular entre a família Joestar e DIO está prestes a começar!

Vindo de vários mundos e projetos, juntou-se à redação do Otakupt em 2020, pronto para informar todos os leitores com a sua experiência nas várias áreas da cultura alternativa. Assistiu de perto ao nascimento dos videojogos em Portugal até à sua atualidade, devora tudo o que seja japonês (menos a gastronomia), mas é também adepto de grandes histórias e personagens sejam essas produzidas em qualquer parte do globo terrestre.