Como Neon Genesis Evangelion salvou a TV Tokyo

Como Neon Genesis Evangelion salvou a TV Tokyo

No seu início em 1964 a TV Tokyo teve sérias dificuldades ao sofrer faltas constantes de fundos e escassez de pessoal, para não mencionar ter uma das classificações de televisão mais baixas em comparação com outras estações principais.

Então o jornalista Keisuke Iwata lembrou-se de ser admoestado pelos colegas para usar a sua inteligência em vez de dinheiro para realizar as coisas. Grandes projetos nem sequer eram considerados devido ao orçamento apertado.

O ponto de viragem surgiu em 1992, quando Keisuke leu sobre a popular série anime Anpanman nos jornais. O artigo informava sobre as receitas geradas por outras fontes, como direitos e licenças de merchandising, que na verdade superavam os lucros obtidos apenas com a radiodifusão do anime.

O artigo inflamou nele uma paixão e ele jurou dar sonhos às crianças e receitas à sua companhia através de anime. Ele foi transferido do departamento de jornalismo para o departamento de cinema no ano seguinte.

O mundo do anime era duro, pois os custos de produção para cada episódio de 30 minutos chegavam a sete milhões de ienes (62.348 dólares), uma quantia exorbitante que a TV Tokyo não podia pagar. Baseando-se em brinquedos e vendas de volumes vídeo para obter lucro, a emissora pediu às agências de publicidade e às produtoras de anime que reduzissem as suas taxas de serviço.

Os ventos da mudança começaram a soprar em 1993, quando a TV Tokyo decidiu ajudar a produzir uma série anime que mais tarde tomou o mundo em 1995: . O grande sucesso não só rendeu à estação direitos terrestres e de TV por satélite, mas também encheu os cofres da empresa e ajudou a preparar o terreno para o próximo empreendimento.

A série anime Pokémon surgiu em abril de 1997, acumulando uma modesta audiência de 10,2% no início, e subindo rapidamente para 17,1% após três meses. Em novembro daquele ano, Ash Ketchum e as suas aventuras impulsionaram a audiência para 18,6%, a maior já registada na história da TV Tokyo.

Aproveitando as ondas de sucesso após estas duas séries anime, surgiu o anime baseado em cartas Yu-Gi-Oh! e a icónica série sobre ninjas Naruto.

E assim, um simples artigo de jornal e um icónico anime acabariam por ajudar a criar uma das maiores estações de televisão no Japão.