A adaptação para série anime da novel 86: Eighty-Six escrita por Asato Asato e ilustrada por Shirabi é para mim um dos melhores animes do ano passado, e infelizmente foi afetada por problemas de produção que acabaram por empurrar os seus últimos dois episódios para março de 2022, algo que não é muito característico do estúdio  (Sword Art Online, Magi).

Depois de um episódio 10.5 que serve de resumo, este episódio 11 da parte 2 de 86: Eighty-Six acaba por ser o culminar uma série de ideias e narrativas que é executado de forma sublime. Convido-vos a deixarem em baixo nos comentários o que acharam do episódio.

Sempre num crescente narrativo, começamos o episódio com algo que achei muito reminiscente do que vemos em Neon Genesis Evangelion, um monologo e sequências onde é explorada a psique do Shin (até tivemos uma sequência de personagens mortos a agradecer ao protagonista). Temos uma justaposição de vários segmentos de várias partes do anime com a sobreposição de uma silhueta e onde contemplamos o que aconteceu e os traumas que o personagem enfrentou e o conduziram até aquele momento. Isto é algo que outros média, sejam séries e filmes live-action, e até em algum parte os videojogos, têm dificuldade em fazer, mas que o género anime consegue elevar para um outro nível.

Temos assim um início de episódio que convida à reflexão, sobre a guerra, sobre sacrifícios pessoais, traumas passados e até sobre a morte.

Num momento de transição muito bem conseguido, passamos depois para o que está a acontecer e num momento de morte eminente saltamos para a apoteose do episódio, o surgimento da Lena, algo muito aguardado pelos fãs e que surge de uma forma extremamente bem conseguida. Este é um episódio de 23 minutos, mas “tem sabor” de filme anime.

Vai ser aqui que visualmente o anime dá um salto em qualidade, com uma direção de fotografia muito bem conseguida, até as cores utilizadas têm significado. É uma cena memorável. Já para não falar da alternância de tamanho de ecrã do episódio que tão de pressa está a 16:9 como passa para uma panorâmica mais larga e cinematográfica.

A maneira como o Shin se apercebe com quem está a falar, a maneira como ele sai de personagem e a trata por “Major” para se arrepender de imediato, a maneira como é criada a expectativa de que eles se vão ver cara a cara e como tal não veio a acontecer, agarrou o espectador e aqui dou os parabéns ao diretor. Foi tudo muito bem conseguido.

Passamos depois para um momento de descontração com a reunião com velhos conhecidos, um momento para deixar o espectador respirar um pouco da montanha russa de emoções que acabou de experiênciar e que se traduz num ritmo de história bem conseguido.

Em termos musicais o episódio também esteve muitos furos a cima do que costumamos ver numa série anime, a música foi sempre muito bem adequada à cena em questão e conseguiu dar ainda mais significância ao que estávamos a ver, desde os toques melódicos à música de órgão utilizada para explorar a psique do Shin até à canção que criou o ambiente para o encontro entre Shin e Lena e a sua conversa, tudo foi deito de uma forma bem orgânica que resultou em pleno.

Temos assim uma grande amplitude de emoções num episódio que dá muito a um fã de anime e que é um exemplo de como fazer um bom anime e mostra a razão pela qual nos amamos o género anime.

Subscreve
Notify of
guest

10 Comentários
Mais Antigo
Mais Recente
Inline Feedbacks
View all comments
Otaku sem futuro
Otaku sem futuro
13 , Março , 2022 19:17

86 é um anime muito bom, um dos meus favoritos, a cada episodio me surpreendendo ainda mais. Falando em especificamente desse episódio, tudo nele me agradou, o memento da trilha sonora, a parte os as pessoas mortas agradecem ao shin, em fim, 86 é sem sombra de dúvidas umas das melhores obras que já vi.

Kaiki
Kaiki
13 , Março , 2022 21:31

Dropei o anime por desinteresse para com a sucessão de eventos. Visualmente o anime é lindo mas não tenho planos de tocar novamente a obra.

Junior
Junior
14 , Março , 2022 0:16

Tenho diversas criticas a tecer ao anime, mas não vou fazer isso aqui
concordo que o anime é muito bem feito visualmente e em termos sonoros

mas não me agradou tanto em diversos momentos da história, inclusive o final, muitos simbolismos e diversas cenas que se você não der a mínima ou tiver pouco de entendimento por exemplo jogo de angulos, não vai dar a mínima (foi o meu caso)

dou um exemplo, o Código da Vinci que tem varias referencias, se você desconhece o assunto abordado, você não vai pegar e nem entender tais referencias

e para mim o anime fez isso em alguns pontos
mas o que mais me incomodou foi a historia e como ela progrediu e com personagens além de idiotas e ignorantes a ponto de me questionar se eram humanos racionais

e por fim, o ultimo epi, foi legal, ok mas por exemplo a cena que o Shin está junto da explosão ele pula e sai facilmente ILESO
“ah mas ele perdeu a perna do robo ou quebrou o braço”
nossa, uma explosão de kilometros e quebrou o braço, ahaha
a própria Frederika quase morreu e olha que ela foi levada para longe do raio da explosão

em termos técnicos dou 10
em historia, personagens etc 6.5

Last edited 2 anos atrás by Junior
josenilson vinicius
josenilson vinicius
Reply to  Helder Archer
14 , Março , 2022 9:22

Bem Bushido é que eu penso que a segunda temporada exemplificou muito bem o que 86 é: uma obra falando de orgulho, isso acontece desde a primeira temporada com a Lena buscando ter o orgulho de ser a Santa da situação, passando pelos soldados de San Magnólia com sua soberba pelo fato que nenhum soldado era morto, isso chegava ao batalhão 86 que usava esse sentimento como força motriz para sobreviver a tudo aquilo que a situação a impunha, o fato é que a partir da segunda temporada que ficou mais exacebado isso, pois os 86 eram os soberbos pelo fato que sobreviveram a tudo aquilo e achando a ajuda da federação como um estorvo,a própria federação tendo seu orgulho ferido por causa daqueles resgatados salvarem-os, a própria Frederica é a congruência do orgulho por tudo que ela significa e todo esse sentimento é congruido pelo próprio Shin que tinha seu objetivo postiço de proteger a todos só que o objetivo real dele era ter uma morte épica, por isso agiu daquele jeito durante a temporada regular(que sinceramente era um pé no saco), no fim ele estava trilhando o mesmo caminho do protetor da Frederica até o momento onde o doppelganger mostra que tudo aquilo que ele queira era apenas uma ilusão,a ilusão do herói trágico, por isso aquela cena recorrente daqueles que ele ceifou a vida, dando ao Shin um choque de realidade cujo a pessoa que o ajudou durante seu caminho foi ironicamente aquela que teve o choque pelas mãos dele, o fato interesse é que Lena se manteve coesa desde de seu primeiro episódio pra cá, mostrando força para aqueles que eram seus músculo no campo de batalha, a cena do encontro dos dois foi brutalissimo, não épico pelo fato dela não ter reconhecido a voz dele pelo alto falante, mas tirando isso os demais simbolismos levantados por seu texto faz sentido para mim, inclusive os demais pontos de sua resenha.

Anduin LotharD
Anduin Lothar
14 , Março , 2022 2:23

esse texto descreve perfeitamente as qualidades de um anime bem feito. é por isso que sou fã de obras como essa, que além de ter um excelente roteiro, ainda tem uma excelente animação e direção.

Noᥙzᥱᥒ ΨυκιησD
Noᥙzᥱᥒ Ψυκιησ
14 , Março , 2022 4:54

Não sei os motivos para terem mudado de layout, mas gostaria q voltasse pro antigo mesmo.
Ele é muito melhor tanto design como certas opções.

Enfim! Sobre o ep:
Demorei um teco pra entender q a Major n tinha entendido q era o Shin ali dentro kkkkk
Mas o reencontro (em parte kk) deles foi muito bom, e essa música de fundo… ficou simplesmente LINDA!

josenilson vinicius
josenilson vinicius
Reply to  Noᥙzᥱᥒ Ψυκιησ
14 , Março , 2022 8:49

Sinceramente a parte dela não entender a voz do Shin achei forçado

Francisco FilhoD
Francisco Filho
Reply to  Noᥙzᥱᥒ Ψυκιησ
14 , Março , 2022 14:00

Achei layout bem parecido com os animes no final da década de 90, principalmente essas paletas de cores. Mas valeu a pena a demora, eles capricharam mesmo nessa animação, tbm a direção do anime foi de primeira. Entrou nos meus tops de cenas mais emocionantes dos animes.

Noᥙzᥱᥒ ΨυκιησD
Noᥙzᥱᥒ Ψυκιησ
Reply to  Francisco Filho
15 , Março , 2022 2:42

Na minha tbm