Destaques “Seisaku” da Semana #1

Destaques 'Seisaku' da Semana #1

Seisaku” vem da palavra em japonês 制作, que significa produção, termo bastante usado nos créditos em anime. Como o título refere, esse vai ser o tema principal deste quadro, a analise dos episódios melhor produzidos de cada semana quer seja pelo seu aspeto visual, direção, animação, etc. Também vou destacar alguns fatos interessantes de alguma produção que esteje a acompanhar.

Neste primeiro artigo, irei focar-me em algumas das produções mais interessantes desta temporada, com um breve resumo de fatos que influenciaram as produções dos animes quer negativamente ou positivamente.


Destaques "Seisaku" da Semana #1

The God of High School

The God of High School não engana ninguém, nem tenta enganar, a série é no verdadeiro sentido da palavra um gigante arco de torneio com lutas envolvendo estudantes do ensino médio praticantes das mais diversas artes marciais. (no entanto, com “poderes sobre-humanos à mistura)

A história é bem simples como podem ver, um monte de estudantes a participar num grande torneio de artes marciais que tem como prémio a concretização de qualquer desejo que o vencedor queira, cujo o foco vai especificamente para três personagens cada um com o seu percurso e objetivo, que acabam por convergir e tornar-se grandes amigos.

Não tendo o conhecimento necessário para discutir sobre a adaptação do seu webtoon, tenho lido bastante sobre o seu ritmo bastante rápido em relação à obra original, algo que já não é novidade no que toca aos webtoons. (Penso que muito disso vem da ‘abertura’ e liberdade dada pelos próprios autores)

Em relação, à sua produção tal como se esperava o foco tem sido quase inteiramente nas cenas de ação, com grande destaque para Sunghoo Park (Garo: Vanishing Line, Jujutsu Kaisen) que tem tido grande influência não só nas sequência de ação mas na produção como um todo.

Já no seu projeto anterior, Garo -Vanishing Line-, Park demonstrou a sua grande capacidade de projetar da sua imaginação para a animação as sequências de ação com bastante diversidade nas coreografias e um aproveitamento inteligente do espaço. Em The God of High School, Park tem um papel ainda maior sendo que além de ter o seu ‘toque’ em praticamente todas as sequências de ação, funções como direção, storyboards, alguns designs, além de bastante animação e correções desenho como diretor.

A ambição e perfeccionismo o levou ainda a pedir que a partir da metade do anime fosse usado a captura de movimentos com dublês de artes marciais (também usado anteriormente em Garo) o que levou à reorganização do cronograma de produção (mesmo assim a produção de God of High School terminou muito antes da sua exibição)

Excecionais animadores freelancers como Shinsaku Kozuma e Toshiyuki Sato têm tido uma presença constante nos clímax de cada episódio, graças à influência de Sung Hoo Park e ao excelente cronograma que culmina numa excelente produção independentemente da sua adaptação.

Destaque do episódio #06 por Shinsaku Kozuma:


Destaques "Seisaku" da Semana #1

Fruits Basket 2nd Season

Quem acompanha a nova adaptação de Fruits Basket como eu, certamente não espera episódio extremamente bem dirigidos ou animação fluida regularmente, sendo que é produzido pela TMS Entertainment. No entanto, gostava de destacar o mais recente arco do anime, que com o desastre que foi o episódio #08 (episódio em que se registaram mais supervisores do que animadores-chave, número esse de supervisores que poderá ter sido um recorde da indústria), veio que nem uma bela surpresa.

Este arco mais focado na personagem Rin além de Tohru, foi muito bem escrito, e além da direção que foi acima da média para a série até agora, esteve repleto de cenas fluidas com boa atuação de personagens e vários quadros com excelente composição.

Destaques do arco:


Destaques "Seisaku" da Semana #1

Re:Zero kara Hajimeru Isekai Seikatsu
2nd Season Part 1

Como muitos diziam, esta nova temporada (ou continuação, como preferirem) foi difícil de acompanhar todos os acontecimentos e novos aspectos que foram aparecendo devido ao tempo que passou entre as duas temporadas. (quatro anos inteiros, muita espera para um fã de Re:Zero!!)

Destaque do primeiro episódio por Kazuhiro Ota:

Mas como eu costumo dizer, quando começou a engrenar passou a ser o Re:Zero que eu conhecia uma série com bastante terror, suspense, mas também com o seu lado emocional e humano. Esse ponto em que eu considero que a série passou a ser como a conhecemos, foi o episódio #04, episódio que curiosamente não teve as cenas que mais caracterizam a série com terror, suspense e sangue. O episódio foi dirigido por Yoshito Mikamo e teve storyboards pelo diretor da série , também conhecido como um fantástico animador de ação com o nome Gorou Sessha em Naruto Shippuuden, episódio essa que na minha opinião foi um dos melhores que a série nos ofereceu, mesmo não tendo praticamente nenhuma ação ou grandes momentos de destaque.

A influência de Masaharu Watanabe não se fica pelos storyboards, como diretor geral, Masaharu tem permitido que muitos episódios ultrapassem o tempo habitual de um episódio de anime (25 minutos), tendo episódios que vão até aos 30 minutos e sem abertura e encerramento exibidos como foi com o episódio 4.

Kazuhiro Ota um dos últimos poucos supervisores e animadores de ação da (conversa para mais tarde) em destaque no último episódio (#06) pela sua resiliência que apesar da escassez de bons storyboaders de ação, foi capaz de produzir uma sequência de ação que ao menos deu para disfarçar a falta de recursos em todos os apectos que a produção tem tido.


Destaques "Seisaku" da Semana #1

Sword Art Online: Alicization –
War of Underworld Part 2

O que dizer desta segunda parte do arco ‘War of Underworld’ de Sword Art Online: Alicization… Se perguntaram-se pelo razão pela qual esta parte foi adiada, penso que já têm a vossa resposta. A produção tem sido, a cada episódio, extraordinária em todos os aspectos, photografia, animação, direção, trilha sonora e muitas mais. 

Antes de avançar para a análise desta produção tenho de apontar duas alterações importantes que o staff teve entre as duas temporadas. Primeiramente, o diretor de CG que passou a ser Kengo Oda, anteriormente, era Ryūta Undō que desempenhava essa função. Outra mudança e com muito peso nas sequências de ação, foi a promoção de Hirokatsu Maruyama de supervisor de animação a supervisor de ação, fazendo companhia ao atual supervisor de ação desde o início de Alicization e principal animador de ação, Yoshihiro Kanno (animador principal de Hunter x Hunter 2011, ex-Madhouse).

Caso não tenham reparado ainda, Yoshihiro Kanno é o responsável por grande parte das sequências de ação climáticas, e mesmo quando não é ele a animá-las, como supervisor ele corrige os desenhos de outros animadores e caso seja necessário adicionar mais detalhes e traços. E não só, Yoshihiro Kanno, normalmente também elabora os storyboards das cenas que desenha. Com as funções de supervisor e animador, seria difícil para ele fazer storyboards de episódios inteiros e até desenhar sequências de ação completas para vários episódios. No entanto, como referi antes, com a promoção de Hirokatsu Maruyama a supervisor de ação, Kanno tem tido mais oportunidades para ter mais influência nos episódios que participa. Consequentemente, Kanno elaborou já storyboards para dois episódios completos, foi creditado como supervisor de ação em outros quatro, além de ser animador-chave em muitos deles.

Por último, o meu último destaque vai para o diretor de fotografia, Kentaro Waki (God Eater, Mobile Suit Gundam Thunderbolt), que tem elevado o nível visual de SAO exponencialmente com a sua capacidade inovadora de além de realçar as personagens e os cenários com sua composição de cores e efeitos, também como poucos ele próprio adiciona efeitos 2D e frames de impacto desenhados por ele próprio aos trabalhos dos animadores. 

Especialmente a combinação do seu trabalho com a animação de Yoshihiro Kanno é algo visualmente incrível, como podem ver pelo destaque do mais recente episódio (#18):


Destaques "Seisaku" da Semana #1

Lapis Re:LiGHTs

Lapis Re:LiGHTs tem sido digamos que, aquele anime que muita gente não dá muita atenção mas que tem sido um dos melhores. Com um diretor como, Hiroyuki Hata, com experiências anteriores fotografia, Lapis Re:LiGHTs como esperado não tem decepcionado nesse aspeto, e não só, a produção tem sido boa o suficiente para tê-lo como storyboarder em outros três episódios depois do primeiro. (algo que raramente acontece em produções complicadas)

O seu designer de personagens Taro Ikegami, em referência ao que falei anteriormente, pertence ao extenso grupo de staff, desde diretores, supervisores e animadores que abandonaram a e foram para outros estúdios ou se tornaram freelancers. Em definitivo ou não muitos deles vieram parar a esta produção da Yokohama Animation Lab. (Monster Strike ONA, Miru Tights)

Destaque do episódio #07: 


Destaques "Seisaku" da Semana #1

Kanojo, Okarishimasu

Kanojo, Okarishimasu ou Rent-a-Girfriend é mais um anime da TMS Entertainment que falo aqui que tirando a sua abertura, em especial esta sequência, não tem sido extraordinariamente bem animado como Fruits Basket. Mas, este tem um grande ‘twist’, Kanojo, Okarishimasu tem Kanna Hirayama (ex-A1 Pictures, agora freelancer) como designer de personagens. 

Kanna vai além, muito além do que um designer de personagens (adicionalmente designer de props) é suposto fazer. Começando pelo encerramento, foi desenhado e supervisionado completamente por ela, a abertura também foi supervisionada por ela mas apenas fez uma parte da animação.

Falando sobre os episódios em si, como a produção é bem limitada em termos de animação fluida/quantidade de desenhos, Kanna pode ter mais influência em cada cena com a sua supervisão que é do melhor que se pode ver nesta temporada de verão. Além de ser animadora, designer, supervisora de animação, Kanna é uma excelente ilustradora então ela torna os desenhos corrigidos por ela ou até mesmo redesenhados em verdadeira ilustrações.

Desenhos originais (não são correções) de Kanna Hirayama no episódio #06:


Destaques "Seisaku" da Semana #1
Destaques “Seisaku” da Semana #1

Enn Enn no Shouboutai: Ni no Shou
(Fire Force S2)

Pouco tenho a falar sobre Fire Force S2, porque se a primeira temporada já tinha sido muito bem produzida esta segunda segue pelo mesmo caminho. Em relação ao staff, a grande mudança terá sido a adição de Yasuto Hirohara ao leque de animadores principais da série, lista que já incluía Hiroyuki Ohkaji e Kazuhiro Miwa. Mesmo sendo um novato que apenas recentemente foi promovido a animador-chave, Yasuto Hirohara já provou ser um animadores extremamente versátil e capaz de desenhar cenas incriveis.

Kazuhiro Miwa, principal animador de ação desde a primeira temporada continua a desenhar sequências de ação e efeitos como poucos, tal como Hiroyuki Ohkaji. A produção está bastante adiantada, tal como a primeira, por isso é de esperar que continuemos a ser presenteados com episódios extremamente bem produzidos com bastantes cenas de fantásticas.

Destaque do episódio #07 por Yuuta Shinohara:


Destaques "Seisaku" da Semana #1

One Piece

Desde a mudança do seu diretor de série e designer de personagens para Tatsuya Nagamine e Midori Matsuda para o mais recente arco, o quase enterno One Piece melhorou quase do dia para a noite tanto visualmente e em termos de animação, sendo isso possível também por uma grande melhoria na produção que passou a permitir grandes animadores como Katsumi Ishizuka e Takashi Kojima participassem mais regularmente na produção, tal como, alguns animadores internacionais que de outra maneira nunca teriam essa possibilidade.

Bem, a verdade, é que o arco de Wano começou de forma fantástica com um grande impacto pelas suas visíveis melhorias visuais e de direção, mas que desde então tem tido (como esperado os seus pontos altos e baixos).

O que queria destacar é a última sequência de episódios que certamente têm sido um ponto alto desta arco de One Piece, tanto o ritmo, direção e a animação têm sido extraordinariamente bons. Especialmente em termos de ritmo cada episódio tem tido uma quantidade razoável de cena filler para compensar a parte muito pequena que é adaptada do mangá.

Destaque do episódio #937, animado pelo animador americado Henry Thurlow:


Destaques "Seisaku" da Semana #1

Digimon Adventure (2020)

Na mesma linha de One Piece, no entanto mais consistente, o remake de Digimon  Adventure tem sido uma grande surpresa para mim. Com uma certa desconfiança devido a ser um reboot, Digimon Adventure (2020) convenceu-me logo desde o primeiro episódio, sendo este o anime que reúne as grandes figuras da Toei Animation que se reuniam anteriormente em Dragon Ball Super como Ryo Onishi e Naoki Tate.

Ryo Onishi sem dúvida tem sido um dos grandes destaques da série até agora, mas se tivesse que destacar apenas um animador seria Yuu Yoshiyama, pelos seus efeitos revigorantes e detalhes  impressionantes dos seus desenhos.

Destaque do episódio #11 por Junpei ogawa:

 

Subscreve
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments