Diretor de Sonny Boy explica por que o anime não tem monólogos

Numa entrevista com a Funimation, o diretor Shingo Natsume (One-Punch Man 1ª temporada, ACCA: 13-Territory Inspection Dept., Space Dandy), revelou por que a série anime original Sonny Boy não possui monólogos apesar de contar uma história introspetiva sobre adolescentes.

Natsume comentou:

Durante o estágio inicial, estabeleci uma regra para mim mesmo que não incluiria ninguém a fazer monólogos. Senti que ultimamente os personagens tendem a dizer qualquer coisa que esteja na sua mente, ou o que eles vão fazer em seguida, através de monólogos, e eu não acho que isso seja muito divertido de assistir. Uma vez que esta era a minha própria série original, eu queria acabar com isso, então fiz essa regra para mim.

Agora, ao acabar com os monólogos, é inevitável que o espectador só possa dizer o que um personagem está a passar emocionalmente observando como ele age. E há uma espécie de… Como posso dizer isto? Acabei por criar uma espécie de gramática interna, podem apelidar assim, uma gramática visual, como resultado disso.

Ele revelou que essa abordagem criava um trabalho extra a ser considerado: sempre que um novo fenómeno acontecia com os personagens, ele teria que encontrar uma maneira de expressar isso, o que inevitavelmente levaria a outra coisa. Ele também teria que reavaliar continuamente o trabalho para garantir que as suas ideias fossem transmitidas.

Não acho que seja sobre por que uma maçã cai no chão, mas imaginar por que algum fenómeno ocorreu é a verdadeira emoção quando se trata de assistir ao vídeo. Nesses casos, eu deliberadamente produzi dessa maneira.

A história e direção são de Shingo Natsume e a animação é do estúdio Madhouse. O design de personagens é de Norifumi Kugai (ACCA: 13-Territory Inspection Dept.) tendo por base as ilustrações de Hisashi Euguchi (Perfect Blue, Roujin Z, Eiji, Stop! Hibari-kun, Mujin Wakusei Survive). A direção de arte é de Mari Fujino (Dororo) e as cores são de Ken Hashimoto. A composição de fotografia é de Akane Fushihara, a edição é de Kashiko Kimura e o som é da responsabilidade de Shōji Hata.

Sinopse de Sonny Boy

A história de ficção científica desenrola-se à volta de 36 jovens. A 16 de agosto, no meio de umas férias de verão aparentemente intermináveis, o estudante Nagara do terceiro ano do ensino fundamental (centro na imagem acima), a misteriosa estudante transferida Nozomi (à direita) e colegas de classe como Mizuho (à esquerda) e Asakaze são repentinamente transportados das suas vidas diárias tranquilas para uma escola à deriva numa dimensão alternativa. Eles devem sobreviver com os superpoderes que despertaram dentro deles.

Subscreve
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments