Estúdio White Fox culpa chineses pelo adiamento de Re:Zero 2

Muitos fãs ficaram desapontados quando foi anunciado que segunda temporada de Re:Zero já não iria estrear em abril de 2020 e que tinha sido adiada para julho de 2020. Os fãs não gostaram e claro pediram explicações ao estúdio de animação (Steins;Gate).

A pressão dos fãs foi tal que o estúdio WHITE FOX acabou por fazer uma declaração oficial:

O trabalho original foi realizado no [Japão], mas a pintura e animação específica foram produzidas por empresas terceirizadas na China, cuja produção foi afetada por restrições de presença devido ao impacto da epidemia.

Dado os volumes de trabalho exigidos é cada vez mais comum a subcontratação de outros estúdios de animação (muitos deles chineses e coreanos) por parte dos grandes estúdios, às vezes com resultados desastrosos como aconteceu com o e o seu Nanatsu no Taizai 3.

Este atraso de produção na China está relacionado claro com o recente surto de Covid-19 (novo coronavírus) que está literalmente a paralisar todo o mundo.

A primeira temporada de 25 episódios estreou em abril de 2016 com animação pelo estúdio (Steins;Gate) e direção de (episódios de The Melancholy of Haruhi Suzumiya).

De 8 a 14 de novembro foi exibido nos cinemas japoneses o OVA Re:Zero Hyouketsu no Kizuna (Frozen Bonds) que mostrou o encontro entre Emilia e Pack. O anterior OVA, Zero kara Hajimeru Isekai Seikatsu – Memory Snow estreou nos cinemas japoneses a 6 de outubro de 2018.

Subaru Natsuki é um estudante do ensino médio comum que está perdido num mundo alternativo, onde é resgatado por uma bonita menina de cabelos prateados. Ele fica perto dela para devolver o favor, mas o destino que ela está a carregar é mais do que Subaru pode imaginar. Inimigos atacam um por um, e ambos são mortos. Ele descobre então que tem o poder de rebobinar a morte, de volta à primeira vez que ele apareceu neste mundo. Mas só ele se lembra do que aconteceu anteriormente.