Mais...
    InícioAnimeGémeos presos por venderem réplicas de capacete de Kamen Rider

    Gémeos presos por venderem réplicas de capacete de Kamen Rider

    Recentemente dois gémeos japoneses foram presos por venderem réplicas de capacete de Kamen Rider.

    Depois de avistar os capacetes de Kamen Rider a serem vendidos online a Toei contactou o Departamento de Polícia de Tsukiji no dia 22 de maio para denunciar o uso não autorizado dos seus direitos autorais e solicitar ação legal. No dia seguinte, a polícia prendeu os gémeos.

    A NHK revelou que Yoshikazu Nakatani (de 65 anos) e o seu irmão gémeo Hisakazu, supostamente venderam mais de 10 milhões de ienes (64 mil dólares) em capacetes Kamen Rider.

    A NHK também revelou que os gémeos venderam réplicas de máscaras não oficiais de Ultraman. Os irmãos admitiram a venda em sites de leilões.

    A Toei emitiu o seguinte comunicado:

    Dia 22 de maio de 2024, a Toei Co., Ltd. relatou que pessoas estavam a fazer reproduções não autorizadas de máscaras em tamanho real da franquia Kamen Rider, da qual esta empresa e a Ishimori Productions detêm os direitos autorais, e a vender em sites de leilão online. Gostaríamos de informar que os indivíduos foram presos pela Delegacia de Polícia de Tsukiji sob suspeita de violação dos nossos direitos autorais.

    A nossa empresa tomará medidas rigorosas contra tais atos de violação de direitos autorais (sejam criminais ou civis), continuará a fortalecer a proteção de todos os nossos direitos autorais, incluindo Kamen Rider, e continuará a proteger os direitos dos nossos utilizadores, bem como fará o nosso melhor para entregar trabalhos atraentes.

    SourceANN
    Helder Archer
    Helder Archer
    Fundou o OtakuPT em 2007 e desde então já escreveu mais de 50 mil artigos sobre anime, mangá e videojogos.

    Artigos Relacionados

    Subscreve
    Notify of
    guest

    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments
    - Publicidade -

    Notícias

    Populares