Goro Taniguchi – “Não me seria permitido fazer algo como Code Geass hoje em dia”

, o diretor de Code Geass, apareceu como convidado no programa cultural Hangout Plus a 11 de maio e foi questionado sobre o estado atual da indústria anime. Podem ver em cima os primeiros 30 minutos do programa.

Ele partilhou assim a sua perspetiva de que o anime na TV se inclina agora mais para o conteúdo quotidiano slice-of-life, e que uma série com desenvolvimentos “deprimentes” como Code Geass é muito mais difícil de ser aprovada hoje em dia comparativamente há 10 anos atrás.

Disseram-me: Não coloque elementos depressivos. O comité de produção está separado dos fãs e eles não sabem o que será ou não um sucesso.

O primeiro filme, intitulado Code Geass – Hangyaku no Lelouch – Kōdō (Code Geass: Lelouch of the Rebellion – The Awakening Path), estreou a 21 de Outubro e o segundo filme, intitulado Code Geass – Hangyaku no Lelouch – Handō (Code Geass: Lelouch of the Rebellion – The Rebellion Path) estreou a 10 de fevereiro e o terceiro, Code Geass – Hangyaku no Lelouch – Ōdō (Code Geass: Lelouch of the Rebellion – The Imperial Path) estreou nos cinemas a 26 de maio.

Code Geass: Lelouch of the Rebellion estreou no Japão em 2006 seguindo-se depois por Code Geass: Lelouch of the Rebellion R2 em 2008. Já a série de OVAs  estreou em 2012 e a sua história desenrola-se entre os acontecimentos das duas temporadas.

Ainda recentemente noticiámos que Code Geass: Lelouch of the Resurrection é a 1ª parte de um plano de 10 anos

Fundou o OtakuPT em 2007 e desde então já escreveu mais de 40 mil artigos sobre anime, mangá e videojogos.