Hideaki Anno fala sobre a sua depressão que atrasou Evangelion

Hideaki Anno fala sobre a sua depressão que atrasou Evangelion

Os filmes de Rebuild of Evangelion têm tido uma história conturbada, inicialmente tudo começou como previsto, Evangelion: 1.0 You Are (Not) Alone estreou em Setembro de 2007 seguindo-se Evangelion: 2.0 You Can (Not) Advance em Junho de 2009 mas as coisas começaram a abrandar e Evangelion: 3.0 You Can (Not) Redo apenas foi lançado em Novembro de 2012 e desde essa data o estúdio  mantém-se em silêncio sobre Evangelion 4.0.

Sempre se pensou que os atrasos com  e especialmente com Evangelion 4.0 se deviam à reformulação do roteiro do filme final e narrativa que sempre são complexos na franchise Neon Genesis Evangelion, mas a verdade é um pouco mais preocupante.

Rerumble2dpi, o diretor de Neon Genesis Evangelion conhecido por injetar no seu trabalho toques de pós-modernismo, bem como a representação completa dos pensamentos e emoções dos personagens, muitas vezes através de sequências pouco convencionais incorporando psicanálise e desconstrução emocional desses personagens veio agora a público revelar que depois de  teve de parar devido a uma depressão que atrasou significativamente Evangelion 4.0.

No site oficial de Neon Genesis Evangelion ele afirma:

“… depois que ele foi lançado, eu estava quebrado. Eu caí no que é chamado de estado depressivo, o resultado natural de ter passado seis anos a moer a minha alma a fazer Eva novamente.”

, que já anteriormente batalhou com uma depressão no início da sua vida canalizando esses sentimentos na criação de Neon Genesis Evangelion não revela no entanto se o estado depressivo foi causado pela reação do público a , a uma insatisfação pessoal com o filme ou por pura e simplesmente ter passado demasiado tempo na cabeça da personagem principal.

Rerutmble2dpiNa mensagem ele revela que em 2013 não foi capaz de entrar no edifício do estúdio  e que uma das ajudas que o auxiliou a superar o problema veio de , o fundador do Studio Ghibli que o convidou a emprestar a sua voz à personagem principal do filme (Kaze ga Tachinu) permitindo assim que ele não se distancia-se demasiado do processo de produção de anime.

 afirma que uma das razões pela qual aceitou agora dirigir o novo projeto de Godzilla foi a necessidade que ele sentiu de se afastar a ele e ao seu staff da franchise Neon Genesis Evangelion. Ele conta que no Tokyo International Film Festival 2014 ganhou mais alento ao ver a retrospetiva de todos os seus trabalhos independentes.

Já no final da mensagem ele agradece, “Graças à minha mulher e amigos fui capaz de permanecer neste mundo”, e diz que pouco a pouco está a aproximar-se da conclusão de Evangelion e que ficaria muito feliz se todos compreendessem que ele gostava de ter mais algum tempo para terminar o projeto.

Ele termina o texto com:

“Eu gostaria mais uma vez de expressar a minha gratidão a todos os que me apoiam na minha vida, assim como aos fãs que apoiaram os meus trabalhos e a todas as pessoas que já os assistiram. É por causa de vocês que eu sou capaz de fazer anime e filmes. Obrigado”