High Score Girl originalmente não era para ser um anime 3D

High Score Girl ganhará uma nova temporada

Numa entrevista ao OTAQUEST a 5 de abril, o produtor Yuji Matsukura da J.C.Staff revelou que originalmente não pretendiam fazer de  (High Score Girl) um anime 3D.

Os produtores convenceram o diretor Yoshiki Yamakawa e o mangá que o 3D seria “melhor para os personagens”. O que acham fizeram bem, ou uma série anime 2D seria mais adequada?

Em particular, Matsukura argumentou que apenas o 3D poderia trazer à tona o apelo dos jogos arcada, que são todos baseados em modelos da vida real. O staff conseguiu encontrar o hardware original dos jogos arcada graças à ajuda de colecionadores e revendedores.

Matsukura disse ainda que os visuais dos jogos mostrados no anime foram gravados a partir do software real. “Foi preciso muito trabalho para obter a cooperação necessária para isso, mas queríamos que cada reconstrução fosse 100% precisa”.

Embora a J.C.Staff seja creditada pela produção de animação, o CGI do anime é produzido pela Shogakukan Music & Digital Entertainment (SMDE). O designer de personagens Michiru Kuwabata e o diretor CGI, Yusuke Suzuki, pertencem à SMDE.

A primeira temporada da série estreou no dia 13 de julho de 2018, a animação foi entregue ao estúdio J.C.Staff, a direção é de Yoshiki Yamakawa (Hells, Kill Me Baby, Little Busters!), o guião é de Tatsuhiko Urahata (Hajime no Ippo, Saki, Tsuredure Children) e o design de personagens é de Michiru Kuwabata(Penguin no Mondai, Danchi Tomoo).

A história de  (High Score Girl) desenrola-se em 1991 e segue Haruo, um garoto que passa praticamente toda a sua vida numa loja de arcadas até que um dia encontra a sua colega de turma Akira que o arrasa numa partida de Street Fighter II, a relação dos dois começa então a desenvolver-se.