O jornal nipónico Nikkei publicou um editorial no seu website falando sobre os efeitos do recente pivô da China na sua indústria de animação doméstica. Embora a China tenha sido o país com mais contratos com a indústria de animação japonesa em 2016, o artigo do Nikkei argumenta que a China está a retirar-se da indústria japonesa desde 2018 devido a restrições mais rígidas do governo no streaming de anime, entre outros fatores. (Em 2018, a China tinha 121 contratos, tornando-se o sexto país depois dos Estados Unidos, Coreia do Sul, Taiwan, França e Canadá). Este estado de coisas vem exacerbando os problemas da indústria japonesa em declínio e reforçando as grandes diferenças de riqueza entre os japoneses e animadores chineses.

Embora a indústria japonesa continue a ter pouco ou nenhum crescimento doméstico nos últimos anos, as empresas chinesas vêm aumentando os recursos da animação doméstica chinesa. Historicamente, as empresas japonesas subcontrataram aspectos da produção de animação a companhias chinesas, mas o editorial aponta que atualmente as empresas chinesas estão cada vez mais a contratar empresas japonesas para trabalhar em IPs chineses. Em 2018, uma empresa da gigante tecnológica chinesa Tencent abriu um estúdio chamado Colored Pencil Animation Japan, que trabalha em obras de animação produzidas para os serviços de streaming da Tencent, como a série de sucesso The King’s Avatar.

O Nikkei destacou os salários mais altos usufruídos pelos animadores que trabalham para empresas de animação de propriedades chinesas. Diferentemente da indústria japonesa, que tende a contar com o trabalho de freelancers, a Colored Pencil Animation Japan contrata animadores como funcionários, e até novos funcionários ganham um salário acima da média da indústria de 175.000 ienes (aproximadamente 1.580 dólares) por mês. Enquanto isso, de acordo com a pesquisa mais recente da Associação de Criadores de Animação do Japão (JAniCA), apenas 14% dos animadores japoneses são funcionários permanentes.

O pivô da China para a animação doméstica está a acontecer ao lado de um período financeiro difícil entre os estúdios de animação japoneses. De acordo com a agência de classificação de crédito Teikoku Databank, mais de 30% dos estúdios de produção de animação no Japão estavam no vermelho em 2018. As empresas em falência e dissolução também estão no auge de 10 anos. A gerência de uma empresa de animação afirmou:

À medida que o preço do contrato diminui, permanecemos com pouco staff e não podemos expandir as nossas operações. É um ciclo vicioso. Se pelo menos uma pessoa sair, a empresa não poderá cumprir o final do contrato, e muitas empresas acabam no vermelho.

A situação tornou mais difícil o treino de jovens animadores, e a qualidade da animação também está em declínio. De acordo com Bunjirō Eguchi, CEO da Colored Pencil Animation Japan, há mesmo casos em que a empresa terceiriza trabalho para animadores japoneses, apenas para depois a empresa chinesa rejeitar severamente o trabalho de baixa qualidade produzido pelo lado japonês.

O mau serviço do lado japonês pode provocar uma estagnação no setor. A China usou o seu capital abundante para adquirir os recursos para animação digital, e a qualidade da sua animação está a melhorar notavelmente. O Japão anteriormente terceirizou para a China, mas agora a situação reverteu.

De acordo com a Associação de Animações Japonesas (AJA), o valor total de mercado da indústria de anime em 2018 é de 2,1814 trilhões de ienes (20 bilhões de dólares). Por outro lado, apenas 267,1 bilhões de ienes (2,4 bilhões de dólares), apenas 12% do valor de mercado, foram para as empresas de animação. o Nikkei observou que, embora aproximadamente metade da receita da indústria de anime venha do exterior, a parcela maior do dinheiro é destinada aos comités de produção que tratam dos direitos internacionais do que para as empresas de produção de animação. O sistema de comité de produção impede que muitos estúdios obtenham lucros, mesmo que produzam um anime de sucesso.

De acordo com Daisuke Iijima da Teikoku Databank, as empresas chinesas estão agora a tentar atrair animadores japoneses para trabalhar na China, a fim de expandir o seu mercado doméstico.

Eles podem facilmente oferecer três vezes o salário anual que um animador receberia no Japão, então provavelmente haverá mais casos de talento japonês indo para o exterior.

O Nikkei citou um site de recrutamento chinês, que tinha listagens com um salário mensal de aproximadamente 34.000 yuanes (4.800 dólares) e 30.000 yuanes (4.240 dólares) para trabalhos de animadores baseados em Hangzhou e Pequim, respetivamente.

O Nikkei concluiu o editorial com uma previsão sombria para a indústria japonesa e o sistema de financiamento de anime pelos comités de produção.

O sistema do comité de produção é eficaz na mitigação de riscos, mas para que a indústria japonesa seja competitiva globalmente, é indispensável que ela tenha um sistema que garanta que os seus lucros sejam distribuídos de maneira eficaz.

Subscreve
Notify of
guest

25 Comentários
Mais Antigo
Mais Recente Mais Votado
Inline Feedbacks
View all comments
LeoBTx Rocha#ConTV
LeoBTx Rocha#ConTV
28 , Março , 2020 11:42

A china paga o triplo do salario a NOVOS funcionarios(e as tantas tem menos carga horaria), é claro que os animadores vão preferir trabalhar para fora, afinal precisam de se sustentar.

Charles
28 , Março , 2020 11:42

Que mudem a tempo.

Alucard-sama
Alucard-sama
28 , Março , 2020 11:42

Já não é de hoje que o Japão precisa levar uma na cara pra aprender a tratar melhor quem faz os animes acontecerem

ZoldyckP
ZoldyckP
28 , Março , 2020 11:42

Tem bastante tempo que já era necessário valorizar e desenvolver novos animadores. Parece que vai ser preciso deles saírem e expor ainda mais esse problema pra realmente começar a mudar.

Nex
Nex
28 , Março , 2020 11:42

” a parcela maior do dinheiro é destinada aos comités de produção que tratam dos direitos internacionais do que para as empresas de produção de animação. O sistema de comité de produção impede que muitos estúdios obtenham lucros, mesmo que produzam um anime de sucesso.” Sacanagem isso mlk

Sasuke ペ ン ド ラ ゴ ン
Sasuke ペ ン ド ラ ゴ ン
28 , Março , 2020 11:42

Se não valoriza os seu animadores igual oq fazem a Kyoto e Ufotable, vai acabar acontecendo mais isso, pq oq fala mais é o $$$, até msm para um freelancer japonês seria fácil ganha mais trabalhando na China sem precisar sai do seu próprio país!! Estão os japas precisam mudar essa linha de pensamento!

Nex
Nex
28 , Março , 2020 11:42

Por isso é nitidamente visto que desde 2014 a qualidade das animação, a média, caiu muito, ta tudo muito feio e zoado pow, os fãs japas tb deveriam fazer algo a respeito disso, slá, um boicotar ou alguma coisa pra tentar mudar, pq quem sofrer no final é eles tb que pega trabalho “porco”

Edmias
Edmias
28 , Março , 2020 11:42

Isso só vai acontecer se a industria não mudar a forma de pensar sobre a distribuição do lucro para quem realmente merece.

Sasuke ペ ン ド ラ ゴ ン
Sasuke ペ ン ド ラ ゴ ン
Reply to  Edmias
29 , Março , 2020 14:40

De fato, não só de lucro, mas tb carga horário!

Nex
Nex
28 , Março , 2020 11:42

Eu vejo isso desde 2016 ( quando acompanha as treta de lá ) e até agora parece que não NADA, os animadores japas tb não FAZER NADA pra mudar, e só os velhos que só pensa em lucro que lucra, isso vai quebrar a indústria, vai vendo.

Jean d. S. Menas
Jean d. S. Menas
28 , Março , 2020 11:42

Sinceramente!, não entendi para aonde que vai o lucro afinal?…, pq pelo que sei nós aqui de fora que paga para ter os direitos e depois dublagem e o que for certo?, então e esse dinheiro?, ou tem muitas de la mesmo que pagam td por aqui?, acho dificil!…

Rafael
Rafael
Reply to  Jean d. S. Menas
29 , Março , 2020 14:39

As obras são bancadas pelo comitê de produção que pagam um estúdio para faze-las, em troca recebem a maior % dos lucros, porém caso os custos da produção excedam a verba dada pelo comitê de produção a baixa % de lucro que os estúdios recebem das vendas pode não ser o suficiente para compensar o prejuízo

Aleksey K. "Лонелy Деемо"
Reply to  Jean d. S. Menas
29 , Março , 2020 14:40

Os lucros ficam com o comitê de produção, assim como eventuais prejuízos, isso é “bom” para o estúdio entende? Ele sempre vai receber um valor fixo independente do sucesso da adaptação, isso cria um cenário de acomodação onde o estúdio é meramente um funcionário da produção, e o que isso quer dizer? Estúdios seletivos, que saem do pó e nadam em dinheiro como o Shaft tornam-se cada vez menos frequentes.

Synthy
Synthy
Reply to  Jean d. S. Menas
29 , Março , 2020 14:40

Acho que vai pra quem paga pelo anime. Também vale lembrar que o mangaká não ganha nada, segundo o autor de Gintama. Única forma de ajudar os caras é comprando mangá…

Sasuke ペ ン ド ラ ゴ ン
Sasuke ペ ン ド ラ ゴ ン
Reply to  Jean d. S. Menas
29 , Março , 2020 14:40

Como ZoldyckP falou o lucro maior vai para os produtores, e no final quem ganha poucos são os animadores.

ZoldyckP
ZoldyckP
Reply to  Jean d. S. Menas
29 , Março , 2020 14:40

Pelo que entendi os lucros ficam concentrados no comitê de produção, que é ainda é dividido por cada participante.

Char
Char
28 , Março , 2020 11:42

Fiquei preocupado também :/

Ronoroa Zoro
Ronoroa Zoro
28 , Março , 2020 11:42

crl n fazia ideia disso

Marcio Hoglhammer Moreira
Marcio Hoglhammer Moreira
29 , Março , 2020 14:39

Em termos práticos, a industria japonesa cavou sua própria sepultura. Claro não ¨morrerᨠagora, mas quem sabe daqui a 10 anos?
O triste nisso é que não é um assunto que tipo… Vai sofrer? .. Vai acabar?.. Meu Deus, não sabia disso… Pois a anos já está em volga.

Pico
Pico
29 , Março , 2020 14:40

Fudeo mas eu previ isso, recentemente a China anda fazendo uma animações muito foda,tanto em qualidade técnica quanto em enredo e personagens,se continuar assim é capaz de superar o Japão.

Nota: Assistam Planting Manual e Start to be a star to day,ambos chineses e são muito bons,( tem outros também mas vai procura vagabundo kkk ) a o idioma vai ser uma porra de ouvir no começo mas depois acostuma kkk.?

Francisco Guimarães
Francisco Guimarães
Reply to  Pico
12 , Abril , 2020 12:30

Pra facilitar, não estava achando o anime e joguei no google e aqui o nome em chines para facilitar
Planting Manual = Yaojing Zhongzhi Shouce
Start to be a Star Today = Jin Tian Kai Shi Zuo Ming Xing
Outros animes chineses q podem ser bons
The King’s Avatar = Quan Zhi Gao Shou
Mo Dao Zu Shi
Fiquei surpreso q todos os animes acima foram lançado a partir de 2017, ou seja, são recentes, pois foram lançados em menos de 4 anos (estou postando em 2020)

Valeu Pico pelas recomendações da animes chineses, a animação parece uma maravilha, mas o áudio ainda incomoda, nada q umas 10 horas de contato com o idioma não resolva.

Pico
Pico
Reply to  Francisco Guimarães
13 , Abril , 2020 13:01

De nada.?

Aleksey K. "Лонелy Деемо"
29 , Março , 2020 14:40

Eu já tinha uma vaga ideia de que a indústria estava estagnadas, mas além de não ter tantos dados quanto a matéria, não fazia a mínima ideia do qual grave era a situação. A China relativamente nova no cenário da animação, com trabalhos de baixíssima qualidade, acabou tendo um papel cadê vez mais constante na terceirização de trabalhos de estúdios japoneses, pois esses estavam abarrotados de trabalhos devido a nova dinâmica do mercado japonês de produzir quase 50 animes por temporada, o que além de tudo causa um precarização do trabalho pois o desgaste físico é inevitável e isso afasta novos animadores, isso já foi noticiado inúmeras vezes. Timidamente a animação chinesa vai ficando mais presente, tanto no localmente como no exterior, principalmente após acordos milionários de empresa como Tecent e Bilibili com serviços de streaming, caracteres chineses são percebidos mais frequentemente nos créditos de animes japoneses, e por fim temos esse cenário de inversão, onde não há novos trabalhadores no mercado japonês e os que já existem estão migrando para a bilionária indústria de animação chinesa. Talvez em um futuro próximo a China venha a engolir a animação japonesa, que meramente oferecerá material e mão de obra terceirizada, quem diria.

João Vítor Nerís
29 , Março , 2020 14:40

isso que e um roubo legalizado

Daniel Santos
Daniel Santos
2 , Abril , 2020 10:29

Se não dividir os lucros e balancear a carga horaria… a china só tende a ganhar sendo melhor. E vai que praticamente a china vai dominar esse mercado. Com essa mentalidade gananciosa e egoísta dos comites de produção.