Mamoru Oshii cita cinco filmes essenciais para a criação de Ghost in the Shell

Mamoru Oshii cita cinco filmes essenciais para a criação de Ghost in the Shell

Este mês no programa Kono eiga ga mitai (“I want to see this film”) o aclamado diretor Mamoru Oshii falou sobre 5 filmes que ele acredita foram essenciais para a criação do filme anime .

Ele cita assim:

  • This Island Earth
  • Bride of White Castle
  • 2001: A Space Odyssey
  • Day for Night
  • Blade Runner

Numa entrevista publicada no PR Times, Oshii falou em mais detalhe sobre a influência que os últimos três filmes tiveram. Ele afirmou que 2001: Odisseia no Espaço, que ele viu pela primeira vez enquanto estava no ensino médio, foi o que o inspirou a tornar-se num escritor de ficção científica. Na época, ele ficou impressionado com o espetáculo visual, mas foi só quando assistiu o filme 30 anos depois que percebeu que o filme realmente se tratava de explorar o conceito de humanidade.

Demorei um bom tempo para perceber que não era apenas um filme com grande história e atores, mas sim um filme sobre grandes ideias.

Day for Night inspirou Oshii a tornar-se um diretor de cinema depois de ele ver pela primeira vez o filme como estudante do segundo ano na universidade.

Oshii concluiu a falar sobre Blade Runner, um filme que ele tem em tão alta estima que ele sempre o inclui nos seus dez filmes favoritos, mesmo que os seus rankings normalmente mudem dia a dia.

Eu sempre pensei sobre o que os filmes podem fazer que nenhuma outra forma de contar histórias pode alcançar, e depois de ver Blade Runner, eu fiquei com a certeza que é a construção de mundos.

Ele acrescentou que Blade Runner se tornou tão influente que qualquer criador que retrate um mundo definido num futuro tecnológico foi inspirado por Blade Runner de alguma forma. Muitos filmes semelhantes a Blade Runner foram criados logo após o seu lançamento em 1982, e Oshii acredita que Ghost in the Shell é um deles.

No entanto, Oshii também admitiu que ele retirou as lições erradas de Blade Runner na época. Ele assumiu que o único componente necessário para os filmes é um cenário forte, mas depois veio a reconhecer que a história e os personagens também são importantes. Ele disse que chegou à sua filosofia atual de dirigir somente após um doloroso processo de tentativa e erro.

Para mais histórias sobre filmes que o inspiraram e emocionaram ao longo da sua vida, Oshii recomenda que todos assistam ao seu episódio de Kono eiga ga mitai. Um dos filmes clássicos de Oshii, Urusei Yatsura: Beautiful Dreamer, o segundo filme Urusei Yatsura, também será transmitido no canal Movie Plus no Japão em fevereiro.