Meu Anime #17 – Atrasado e desfalcado!

Meu-Anime-n-17Semana passada atrasei bastante para publicar esse artigo e ainda ficou faltando animes. Para essa semana eu adoraria dizer que tudo mudou. E bom, eu posso dizer: tudo mudou! Mas não é pra melhor não. Por causa de outras obrigações minhas não consegui assistir quase nada essa semana. Estou no sacrifício só para manter minha agenda de animes em meu próprio blog, onde escrevo diariamente e com mais profundidade sobre um episódio de um anime por dia. Além dos sete animes que acompanho dessa maneira mal consegui assistir meia dúzia de outros animes.

Por isso, nem vou me dar ao trabalho de escrever aqui uma lista detalhada. Sinto muito por esse artigo. Se dependesse só do conteúdo dele eu nem estaria publicando por pura falta de material. Mas não é só disso que essa coluna semanal é feita, não é? Conto com a colaboração de você, meu leitor, desde o começo, e acho que seria egoísmo de minha parte não publicá-la só porque eu tenho pouco a falar. Conforme eu conseguir assistir os episódios irei responder seus comentários sobre eles, não se segurem, podem falar sobre tudo o que assistiram!

O que eu tenho a dizer sobre o que eu assisti? Joker Game (episódio 10) realmente continua a ser episódico. Muito legal mas sinto que falta um objetivo maior ao anime. Twin Star Exorcists (episódio 10) foi um desastre. A animação atingiu seu ponto mais baixo – e o enredo também. Re: Zero (episódio 11) terminou o arco da cachorrada e contou a história das gêmeas empregadas – um bom episódio, mas não sinto que o Subaru esteja evoluindo como personagem. A história andou, é alguma coisa. Kabaneri (episódio 9) mostrou como o Biba é um verdadeiro mestre do mal sem moral ou escrúpulos. Vai ser um vilão difícil de derrotar (e já assisti o episódio 10 também, que reafirma isso). Ushio & Tora (episódio 37) caminha rápido para o final. Tora despertou novamente, e a garota ama ele, sério mesmo? Bom, é bonitinho, quem se importa se é verossímil? Concrete Revolutio 2 (episódio 10) foi excelente. Perfeito em termos de enredo, temática, personagens, tudo. E mesmo com esse clima de “agora a coisa ficou séria”, com guerra declarada, ainda resta um belo punhado de dúvidas, o que é muito bom porque animação não é o ponto forte do anime. Hai-Furi (episódio 10) quebrou o ritmo com um festival. Serviu para amarrar algumas pontas soltas entre seus personagens e para nos lembrar que é, sim, afinal, um anime moe. Pausa para respirar!

Bakuon (episódio 10) introduziu de vez a personagem nova na história. Ela combina muito bem com as demais ao não combinar nada com elas, porque é assim que o anime funciona. Flying Witch (episódio 10) eu teria aproveitado bem mais se não estivesse passando mal do estômago quando assisti e a esquete culinária não tivesse me embrulhado um pouco mais. A vida tem dessas. Kiznaiver (episódio 10) eu vi muita gente elogiando por aí, mas na real não aconteceu quase nada. Foi só uma pausa para revelar o segredo que move o anime. Típico da Mari Okada. Falando na Okada, Mayoiga (episódio 11) fez exatamente o mesmo que Kiznaiver, mas ao contrário desse ele andava tão mal ultimamente que esse episódio em comparação aos anteriores foi muito bom. Kuromukuro (episódio 10) também tirou a semana para algumas explicações, mas não explicou muita coisa de verdade, só deixou no ar a dúvida sobre a verdadeira identidade do Kennosuke enquanto deixavam o prisioneiro de Efidolg andar por aí só com algemas, sem coleira, um tratamento inexplicavelmente melhor que o próprio Kennosuke havia recebido no começo do anime e que se provou um erro. E pra finalizar, Sailor Moon Crystal (episódio 10) também resolveu tirar o dia pra contar mais sobre o inimigo que as sailors enfrentam. É a época da temporada, não é? Todo mundo explicando em um episódio o que falharam em transmitir de forma mais natural ao longo dos anteriores.

É isso. Obrigado pela sua paciência, e vamos conversar via comentários como sempre, por favor!

Fabio definitivamente não passará de vinte animes na próxima temporada.
Ele tem seu próprio blog e você pode encontrá-lo no facebook também.

Ushio-to-Tora---37_30