No Irão as personagens femininas animadas devem usar hijab

"hijab em animação é necessário devido às consequências de não usar o hijab"

aiatola Ali Khamenei

As personagens femininas dos desenhos animados exibidos na televisão iraniana devem agora usar um hijab, decidiu o líder supremo do Irão, o aiatola Ali Khamenei.

Khamenei disse que embora as mulheres em desenhos animados e filmes anime não precisem cobrir o cabelo, isso é “obrigatório” devido às consequências de não usar o hijab.

Ativistas políticos no Irão condenaram o movimento como “tóxico”, argumentando que aqueles que estão no poder são “obcecados com o cabelo de qualquer mulher”.

A agência de notícias pró-regime Tasnim perguntou a Khamenei se ele achava “necessário ver o hijab nas personagens em produções de animação”. Ele respondeu:

Embora usar o hijab não seja obrigatório em tal situação hipotética per se, observar o hijab em animação é necessário devido às consequências de não usar o hijab.

Embora Khamenei não tenha entrado em mais detalhes sobre as “consequências”, os ativistas sugeriram que ele temia que “as meninas cresçam e não usem hijabs porque já viram isso na série animada”.

As mulheres no Irão enfrentam perseguição por não usarem o hijab. De acordo com a lei islâmica em vigor no Irão desde a revolução de 1979, as mulheres devem usar um hijab que cubra a cabeça e o pescoço e esconda o cabelo. Em outubro passado, uma jovem foi presa no centro do Irão por “insultar o hijab islâmico” depois de um vídeo onde apareceu a andar de bicicleta sem usar o hijab.