O que esperar de Children of the Sea

O que esperar de Children of the Sea

Children of the Sea ou Kaijū no Kodomo é a adaptação em filme anime do mangá do mesmo nome de Daisuke Igarashi, pelo estúdio de animação Studio 4°C. No staff principal o filme conta com o diretor Ayumu Watanabe (After the Rain, Space Brothers), o designer de personagens Kenichi Konishi (Bokurano, Tokyo Godfathers) e o grande compositor Joe Hisaishi conhecido pelos seus trabalhos nas obras do Studio Ghibli.

Neste artigo vamos ver mais em detalhe o que podemos esperar desde filme que já tem criado grande expetativa entre os fãs pelos seu belo visual e animação, tal como, a sua trilha sonora.


Começando pelo seu diretor, Ayumu Watanabe, que já acumulou bastante experiência em direção desde o inicio do seu percurso com a franquia Doraemon, em que fez de tudo um pouco, começou como animador-chave onde posteriormente adquiriu funções de supervisor de animação (diretor de animação) e na sua última fase na franquia elaborou storyboards para alguns episódios e dirigiu alguns filmes. Os seus últimos trabalhos de destaque contam com títulos como Space Brothers, After the Rain e Major 2.

Quanto ao seu designer de personagens, é um nome que quase despensa apresentações (ou devia), Kenichi Konishi, ele conta já em seu currículo trabalhos como, Tokyo Godfathers, Bokurano, Fullmetal Alchemist: The Sacred Star of Milos, Tale of the Princess Kaguya, etc. (como designer de personagens) E antes ainda como diretor participou em obras como Evangelion, Princess Mononoke, Howl’s Moving Castle, Paprica e muitas outras.

Também destacar o seu compositor, Joe Hisaishi. Outro nome que dispensa qualquer apresentação, digamos que ele é um dos melhores compositores da indústria e é conhecido mundialmente pelos seus trabalhos, mais precisamente os do Studio Ghibli, como Spirited Away e My Neighbor Totoro. A não esquecer também o responsável pelo tema musical, Kenshi Yonezu, antigo cantor vocaloid conhecido pelos temas de Fireworks, March comes in like a lion e My Hero Academia.

Por último, mas não menos importante, destacar o seus diretores de arte e CG, Shinji Kimura e Kenichiro Akimoto respetivamente. Kimura entre os seus trabalhos destacam-se o filme de Blue Exorcist e Kekkai Sensen onde foi diretor de arte, tal como as obras Akira e My Neighbor Totoro em que elaborou arte de fundo. Akimoto, o que mais se destaca em seu percurso é o trabalho que elaborou na trilogia de filmes de Berserk: The Golden Age Arc.


O que esperar de Children of the Sea

Agora vamos falar sobre o “porquê” de este filme ser tão belo e ter uma produção de tamanha qualidade. Tem muitos fatores que o podem explicar, mas os principais que destaco são que primeiramente pelo seu estúdio, a Studio 4°C é um estúdio já com muita história, eles participaram em algumas das melhores produções teatrais (filmes) dos anos 90’s e 00’s quer seja em suas próprias produções ou como suporte para outros grandes estúdios, talento em seus quadros não faltam.

Outro grande fator é que a produção do filme começou à 5 anos, a pré-produção teve inicio em 2014 e um ano mais tarde começou efetivamente a produção. Outros fatores/dados a ter em conta, para entender quão dedicada foi esta produção:

  • O filme conta com 66 animadores-chave;
    • 14 são animadores em ambiente digital
    • 1500 cenas
      • 140 contêm desenhos feitos digitalmente
      • 15 foram totalmente desenhadas digitalmente

Entre a lista de animadores recheada de talento vindo de vários estúdios e animadores freelancer, Tatsuzou Nishida destaca-se como animador principal do filme, Ken Yamamoto (um dos animadores principais de The Promised Neverland), Eiri Taguchi (um dos jovens novos talentos da Pierrot) e Tomohiro Shinoda (um dos melhores freelancers da indústria), Manabu Akita (designer de personagens de Kakegurui e Bahamut, e mais recentemente supervisor em Carole & Tuesday), só para mencionar alguns.


O que esperar de Children of the Sea

Children of the Sea faz a junção perfeita de meios tradicionais de desenho com as tecnologias digitais para trazer à tona o melhor que um anime pode oferecer. Em principio, não havia planos para usar meios digitais ainda na fase de desenhos, no entanto, o ambiente favorável que se pode beneficiar desse meio e as vantagens que se pode tirar dele convenceram Ayumu Watanabe (diretor) e Kenichi Konishi (designer de personagens) a seguir esse rumo.

O que esperar de Children of the Sea

Na imagem acima podemos ver o processo desde o desenho tradicional, para a sua digitalização o que posteriormente facilitou o processo de acabamento (coloração, composição, etc.), que na indústria já é feito totalmente em ambiente digital.

O que esperar de Children of the Sea

O mesmo processo foi utilizado para a imagem acima.

O que esperar de Children of the Sea

Já esta imagem, representa o processo utilizado quanto o desenho já é feito em ambiente digital, seguindo posteriormente várias fases até à imagem finalizada.

O que esperar de Children of the Sea

Este exemplo acima, é um dos mais interessantes usos da tecnologia CG neste filme. O primeiro layout é feito totalmente em 3DCG, posteriormente realizado uma versão em 2D que vai ser a base para os efeitos que neste caso são desenhados em 2D. A imagem final é o resultado da combinação do CG e 2D.

O que esperar de Children of the Sea

Mais um exemplo de uso de um layout em 3D mais efeitos desenhados em 2D.

O que esperar de Children of the Sea

Página de um dos storyboards do filme, desenhado pelo diretor Ayumu Watanabe em papel, contendo indicações para tanto a iluminação e os efeitos da água.

O OtakuPT é um site internacional composto por elementos de várias nacionalidades dedicado a anime, mangá, videojogos e cultura POP.