One Piece: Stampede – Review (SEM SPOILERS)

Após o anúncio do grande projeto de comemoração do 20º aniversário de One Piece ter revelado One Piece: Stampede o ano passado, gerou-se bastante especulação em relação à história do filme, o seu grande vilão, a imagem promocional e a palavra chave do filme que é “Stampede” (“debandada” ou “fuga”).

O 14º filme da franquia estreou nas salas de cinema japonesas a 9 de agosto e foi um imediato sucesso, arrecadando até este mês cerca de 5 bilhões de ienes de bilheteira ultrapassando o filme “Gold” e tornando-se a maior estreia de um filme anime do ano.

Com grande satisfação, aqui em Portugal também tivemos a oportunidade de noticiar que “Stampede” também viria para as nossas salas de cinema muito brevemente, com versão legendada e dobrada também. Mais precisamente a 26 de setembro. No entanto, através do evento Comic Con Portugal 2019 foi-nos dada a oportunidade de assistir à grande antestreia do filme a 12 de setembro, sendo assim Portugal um dos primeiros países fora da Ásia a exibir o filme.


STAFF

Diretor: Takashi Otsuka
Enredo: Atsuhiro Tomioka e Takashi Otsuka
Diretores de Unidade: Masato Mitsuka, Ryota Nakamura, Nozomu Shishido
Storyboards: Takashi Otsuka, Masato Mitsuka, Ryota Nakamura,
Nozomu Shishido, Naotoshi Shida, Yuta Takahashi, Yuta Tanaka
Designer de Personagens e Diretor de Animação Chefe: Masayuki Sato
Diretores de Animação: Naoki Tate, Kumi Nakajou, Yuya Takahashi,
Akihiro Ota, Isamu Takara, Shuiichiro Manabe, Masayuki Takagi,
Takeo Ide, Mamoru Yokota, Masayuki Sato
Diretor de Animação de Efeitos: Takashi Hashimoto
Designer dos Piratas: Kumi Nakajou

Animadores-Chave:
Yuya Takahashi, Ryo Onishi, Kenji Yokoyama,
Yukihiro Urata, Takeo Ide, Atsushi Nikaido, Akkihiro Ota, Eiichi Tominaga,
Nozomi Shimazaki, Isamu Takara, Keiko Iwata, Kenichi Ohnuki,
Yasuhiko Ooyama, Naoki Tate, Yuichi Nakazawa, Takeshi Nishino,
Kumi Nakajou, Takumi Yamamoto, Yuka Kubota, Eiji Komatsu, Keisuke Mori,
Masashi Yamada, Tamaki Ishii, Chou Shinozuka, Tu Yong-Ce, Youhei Sasaki,
Yuichi Karasawa, Hiroyuki Honda, Yusuke Shimizu, Makoto Sonoda,
Aya Akizuki, Tomohide Kikunaga, Isuki Tsuchigami, Nobuyuki Iwai,
Ken Takahashi, Atsuya Shimizu, Toshie Kawamura, Yuuta Kiso,
Natsuko Suzuki, Hirotaka Nii, Midori Matsuda, Chiho Fujiware,
Hiromi Ishigami, Masahiro Kitazaki, Hiroyuki Furukawa, Masaharu Tomoda,
Akihide Miya, Kensuke Watanabe, Iwahori, Asako Ota, Kazuya Hisada, Masayuki Sato


História

One Piece Stampede - Review (SEM SPOILERS)

Antes demais queria começar por um conselho, apesar dos 2 fillers incluídos no anime como “prequela” do filme serem não muito excitantes e minimamente razoáveis, eu ainda assim recomendaria assisti-los pelo menos antes de assistirem o filme. Até porque o filme faz um belo seguimento a esses dois episódios, no entanto, não irão perder muito se não assistirem.

Bom, o enredo começando bastante simples com um grande festival de piratas com recompensa acima dos 100 milhões de beries todos juntos numa ilha para conquistar um derradeiro tesouro que pode ser ou conduzir até ao “One Piece”. No entanto, a história vai ficando mais complexa à medida que vamos vendo os planos maléficos de Buena Festa e do grande vilão do filme e antigo tripulante do grupo de Gold D. Roger, Douglas Bullet, tal como a Marinha.

Como já esperado o enredo vai desenvolvendo-se com alguns acontecimentos paralelos envolvendo Law e alguns “chapéus de palha”, até chegarmos ao grande embate entre Bullet e os piratas mais poderosos do festival, ou seja, os piratas da “Pior Geração“.

No geral diria que foi um enredo bastante consistente que teve tanto momentos cómicos, como outros momentos tão intensos de cortar a respiração. E as referências… Quem viu a série de One Piece desde o início com certeza vai notar algumas referencias a arcos passados e personagens nostálgicas. E no embate final… Digamos que irão ver uma “equipa” improvável, das forças mais poderosas do mar, a juntar forças para vencer o quase imbatível Bullet na sua última forma.

Nota: 8/10


Arte/Animação

One Piece: Stampede - Review (SEM SPOILERS)

O que dizer da animação deste filme. Quando pensava que nenhum filme poderia bater Dragon Ball Super: Broly em termos de produção em ano, Stampede provou-me o contrário….

Para começar o 3DCG usado foi de “ponta”, tanto nos backgrounds em movimento, grandes multidões e na forma final de Bullet. Teve também sequências fantásticas com efeitos espetaculares, tal como animação de personagens fluída.

E as sequenciais do grande clímax… Fiquem BEM atentos ao embate entre “Zoro vs Fujitora” animado por Yuya Takahashi, e a batalha final contra o Bullet com Luffy e os seus “companheiros” animado por Ryo Onishi na sua maioria.

Nota: 9/10


Trilha sonora

One Piece Stampede - Review (SEM SPOILERS)

Bem, sobre a trilha sonora não tenho muitos a dizer, o tema principal dos “WANIMA” não é algo muito do meu gosto, mas não é desagradável de ouvir de todo.

Já as trilhas usadas durante o filme fazem o seu trabalho minimamente ao longo do filme, no entanto, esperava algo mais impactante nos momentos mais intensos. Algo parecido com o tema usado em DBS Broly durante a luta final.

Nota: 6/10


Personagens/Designs

One Piece: Stampede - Review (SEM SPOILERS)

Um dos grandes pontos fortes deste filme é o seu excelente aproveitamento das personagens. Tendo em conta que este filme teve um número de personagens recorde, o trabalho feito em dar nem que seja um pequeno tempo de tela a cada personagem, mesmo personagens ditas “insignificantes”, foi realmente bem elaborado.

Como já conhecemos praticamente todas as personagens presentes em termos de personalidade, queria destacar a grande novidade do filme que é, como é claro, a introdução do grande vilão, Douglas Bullet. Tudo nele me pareceu coerente, tanto a sua história, motivos, personalidade e até poder. Nada me pareceu forçado, e até a sua relação com Gold D. Roger e os acontecimentos que o levaram a atuar daquela forma, tudo fez com que ele fosse um excelente vilão, mesmo para um filme.

Os designs de Masayuki Sato seguem a linha dos seus trabalhos nos últimos filmes de One Piece até “Strong World” onde ele também foi o designer de personagens, tal como, os últimos dois especiais da série. Como fã dos seus designs fiquei muito satisfeito com o seu trabalho em Stampede com uma pequena influência dos designs de Wano de, Midori Matsuda.

Nota: 9/10


Comentário Final

One Piece Stampede - Review (SEM SPOILERS)

Este filme sem dúvida que foi feito de fãs para fãs, por isso, não recomendaria a quem não viu a série de One Piece a assistir este filme sem contexto. Até porque, como disse anteriormente, Stampede está cheio de referências a arcos passados como Skypea e Fishman Island, e personagens filler que apareceram para um alivio cómico e uma dose de nostalgia.

Para mim séria muito complicado apontar pontos negativos neste filme, mesmo na trilha sonora onde eu penso que poderia ser melhor, tanto os designs, personagens, animação e muito importante, o enredo, foram bastante bons para um filme “não canónico”. Teria de recuar até ao Film Z para ver um filme de One Piece com um enredo tão bem elaborado, e mesmo assim penso que Stampede ficaria acima de Z e de todos os outros.

Para finalizar, peço que, pelo amor de Deus não percam as cenas pós-créditos. Posso dizer que irão ver um final muito típico do Luffy.

Nota Final: 9/10


Irei sem dúvida ver este filme mais vezes quando chegar oficialmente aos cinemas, por isso, a minha opinião com certeza irá mudar, nem que seja um pouco. Vou assistir tanto a versão dobrada como a legendada, caso queiram, poderei fazer um breve comentário posteriormente.