Plataforma social chinesa bane animes Gay

Sina Weibo bane animes com temas gays

37

Plataforma social chinesa bane conteúdos Gay

Segundo a Agence France Press a plataforma de média social chinesa Sina Weibo baniu conteúdos gay dos seus serviços.

Na declaração que foi colocada online na sexta-feira é possível ler que a Sina Weibo vai remover conteúdo “ilegal“, incluindo “mangás e vídeos com implicações pornográficas, promovendo violência ou (relacionados com) homossexualidade”. De acordo com o The Global Times, os principais alvos são “animes pornográficos, violentos ou com temas gays”, bem como conteúdos como “slash, gay, boys love e histórias de ficção gay”.

A Sina Weibo afirma que a proibição faz parte de uma “campanha de limpeza”, que também incluirá “videojogos violentos como o Grand Theft Auto”. O Global Times acrescentou que a Sina Weibo também terá como alvo as séries de jogos como Mercenaries e Mafia. A campanha terá a duração de três meses.

A plataforma já removeu mais de 56 mil itens e tem atualmente mais de 400 milhões de utilizadores ativos por mês.

O anúncio provocou protestos online no sábado na plataforma sob a hashtag “Eu sou gay”. A AFP informou que cerca de 170.000 utilizadores da Sina Weibo utilizaram a hashtag antes que a plataforma aparentemente a proibisse.