Polícia japonesas remove Outdoor anime em Akihabara por ser “Demasiado Sexy”

O que acham? Fizeram bem em remover o Outdoor?

Polícia japonesas remove Outdoor anime em Akihabara por ser "Demasiado Sexy"

O distrito de Akihabara, em Tóquio, é famoso por ser uma meca para os otakus, com lojas e lojas repletas de produtos de anime, eletrónica e mangás que não encontraram em nenhum outro lugar.

Os enormes cartazes publicitários no exterior dos edifícios dão um ar diferente e especial ao local, mas, no entanto, recentemente surgiu uma certa polémica à volta de um Outdoor que alguns consideraram “demasiado sexy”.

Quando um outdoor gigantesco apareceu na rua principal de Akihabara a 1 de novembro, coberto de personagens revelando descaradamente os seus enormes seios, provocou reações mistas, com otakus a elogiar o póster e transeuntes regulares enfurecidos por ele.

O outdoor gigante é na verdade um anúncio para a versão mais recente de um jogo para adultos da Milk Factory, intitulado More! Impregnate! Boobs of Flame Super Erotic App Academy. Na parte superior do cartaz podemos ler “Adquira um harém de peitos com um aplicativo super sexy!!”

O outdoor provocou uma enorme quantidade de críticas on-line e depois de uma semana de reclamações a Chiyoda Ward, onde Akihabara está localizada, finalmente interveio e removeu a publicidade. Neste momento a publicidade exibida naquele local é esta em baixo.

Segundo um japonês que entrou em contacto com a polícia, a publicidade violou o artigo 14 da Portaria do Meio Ambiente de Chiyoda-ku, que proíbe atividades que afetam negativamente os jovens, incluindo a distribuição de folhetos e panfletos inadequados e a publicação de anúncios inadequados. A ala também continuou afirmando que a Divisão de Assuntos Gerais do Planeamento Urbano Ambiental e os polícias locais estão a trabalhar para dar orientação adequada à loja onde o cartaz foi afixado, e que eles continuarão a realizar patrulhas pela área.

Enquanto muitos elogiaram a decisão como uma vitória contra os anime extremos, um grande número de otakus, afirma que o desaparecimento da publicidade foi uma farsa e uma resposta ao publicamente correto por um grupo minoritário de protestantes.