Trailer de Oshi ga Budoukan Ittekuretara Shinu revela data de estreia

Oshi ga Budoukan Ittekuretara Shinu estreia a 9 de janeiro de 2020

A Pony Canyon começou a exibir um terceiro trailer da adaptação para anime do mangá Oshi ga Budoukan Ittekuretara Shinu (If the Fan Goes to Budōkan, She’ll Die) de Auri Hirao onde é revelado que a estreia nas TVs vai acontecer a 9 de janeiro de 2020. Estão previstos 12 episódios.

Em baixo podem ver uma nova imagem promocional.

Nova imagem promocional de Oshi ga Budoukan Ittekuretara Shinu
Nova imagem promocional de Oshi ga Budoukan Ittekuretara Shinu

A animação é do estúdio 8-Bit (That Time I Got Reincarnated as a Slime, Comet Lucifer), a direção é de Yusuke Yamamoto (Encouragement of Climb, Aquarion Evol), a história é de Deko Akao (After the Rain, Pretty Rhythm Dear My Future) e o design de personagens é da responsabilidade de Tomoyuki Shitaya (Food Wars! Shokugeki no Soma, Sagrada Reset) e Masaru Yonezawa (diretor chefe de animação de The Eden of Grisaia, Valkyria Chronicles). A música é de Moe Hyūga (O Maidens in Your Savage Season, Steins;Gate 0).

Quanto a seiyuu, Ai Fairouz (Hibiki de How Heavy Are the Dumbbells You Lift?) é Eripiyo.

 Yoshitaka Yamaya é Motoi, um otaku de idols, em particular de ChamJam
Yoshitaka Yamaya é Motoi, um otaku de idols, em particular das ChamJam
 Tomoaki Maeno é Kumasa, um otaku de idols fã das ChamJam
Tomoaki Maeno é Kumasa, um otaku de idols fã das ChamJam

A história do mangá desenrola-se à volta de uma mulher chamada “Eripiyo”, que é uma fã absoluta de ídols. Ela está descontroladamente entusiasmada com Maina, uma tímida idol do grupo secreto Cham Jam que se apresenta na província de Okayama. Ela fica tão envolvida no seu amor por Maina durante uma performance em particular, que ela tem uma grande hemorragia nasal. Eri continuará a dar total devoção a Maina até o dia em que ela se possa apresentar no Budōkan (um importante local de apresentações em Tóquio).

Hirao lançou o mangá na revista em 2015, e a Tokuma Shoten lançou o 5º volume em dezembro passado. A obra entrou na lista dos 20 melhores mangás para leitores do sexo masculino do Kono Manga ga Sugoi! (Este mangá é incrível!) de 2016.