Trailer revela data de estreia da série anime The Faraway Paladin

O site oficial da  adaptação para série anime da novel The Faraway Paladin (Saihate no Paladin) de Kanata Yanagino (história) e Kususaga Rin (arte) começou a exibir este trailer onde é revelado que a estreia vai acontecer a 9 de outubro de 2021.

No vídeo podemos ouvir o tema de abertura “The Sacred Torch” de H-el-ical//. O tema de encerramento é “Shirushibi” (Mark of Fire) de Nagi Yanagi.

The Faraway Paladin anime visual

Com animação pela Children’s Playground Entertainment a direção é de Yuu Nobuta (High School Fleet, World’s End Harem, Maesetsu! Opening Act), o argumento é de Tatsuya Takahashi (Wise Man’s Grandchild, World’s End Harem, Eromanga Sensei) e o design de personagens é de Koji Haneda (Scar-red Rider XechS, Initial D Legend trilogy).

No elenco vamos contar com:

  • Maki Kawase como Will
  • Katsuyuki Konishi como Blood
  • Yui Horie como Mary
  • Nobuo Tobita como Gus
  • Ayumu Murase como Menel
The Faraway Paladin cover
Capa do volume 1 de The Faraway Paladin (Saihate no Paladin)

The Faraway Paladin (Saihate no Paladin) começou a ser publicada em março de 2016 e no seu site podemos ler:

Numa cidade dos mortos, há muito arruinada e longe da civilização humana, vive uma única criança humana. O seu nome é Will, e ele está a ser criado por três mortos-vivos: o guerreiro esquelético, Blood; a graciosa sacerdotisa mumificada, Mary; e o feiticeiro espectral excêntrico, Gus. Os três derramam amor no menino e ensinam-lhe tudo o que sabem. Mas um dia, Will começa a perguntar: “Quem sou eu?”.

Will deve desvendar os mistérios da distante terra e desenterrar o passado secreto dos mortos-vivos. Ele deve aprender o amor e a misericórdia dos deuses bons, e o preconceito e a loucura dos maus. E quando ele souber de tudo, o menino dará o primeiro passo no caminho para se tornar um Paladino.

“Eu prometo-te. Vai demorar um pouco, mas vou contar-te tudo. Esta é a história da morte de muitos heróis. É a história de como morremos, e é a razão pela qual você cresceu aqui”.

FONTESite oficial
Fundou o OtakuPT em 2007 e desde então já escreveu mais de 40 mil artigos sobre anime, mangá e videojogos.