Twitter oficial de Redo of Healer emite aviso

Numa antecipação à polémica que a adaptação para série anime da novel Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi: Sokushi Mahō to Skill Copy no Chōetsu Heal (Redo of Healer) de Rui Tsukiyo pode gerar, o seu twitter oficial emitiu o seguinte comunicado:

Este programa é ficção e não tem nenhuma relação com qualquer pessoa, lugar ou organização existente. Além disso, o conteúdo não foi feito para endossar nenhuma forma específica de pensamento ou crença. O trabalho também inclui violência extrema. Crianças e jovens são desaconselhados a assistir.

A série anime estreou no passado dia 13 de janeiro, a animação é do estúdio TNK (High School DxD, Doreiku, Kandagawa Jet Girls), a direção é de Takuya Asaoka (direção de episódios de Senran Kagura Shinovi Master), o argumento é de Kazuyuki Fudeyasu (Girls’ Last Tour, That Time I Got Reincarnated as a Slime) e o design de personagens é de Junji Goto (High School DxD, Senran Kagura Shinovi Master).

Quanto a seiyuu temos:

  • Yūya Hozumi como Keyarga
  • Ayano Shibuya como Freya
  • Shizuka Ishigami como Setsuna
  • Natsumi Takamori como Eve
  • Minami Tsuda como Norn
  • Natsuki Aikawa como Kureha
  • Tetsu Inada como Brett
  • Mami Fujita como Blade
  • Asuka Nishi como Anna

O tema de abertura é “Zankoku na Yume to Nemure” (Dream a Cruel Dream) por Minami Kuribayashi e o tema de encerramento é “Yume de Sekai wo Kaeru nara” (If You Can Change The World in a Dream) das ARCANA PROJECT.

A história da “fantasia de vingança” desenrola-se à volta de Keyar, um curandeiro que é usado e atirado fora pelos seus colegas aventureiros na suposição de que os curandeiros não podem lutar sozinhos. No entanto, quando ele alcança a magia de cura definitiva e “cura” o próprio mundo vencendo o rei demónio sozinho. Com as habilidades que ganhou, ele volta quatro anos atrás no tempo para refazer tudo e vingar-se de todos.

Kaifuku Jutsushi no Yarinaoshi começou a ser publicado online na “Shōsetsuka ni Narō” (Let’s Become Novelists) em dezembro de 2016. A Kadokawa começou a publicar a obra fisicamente com arte de Shiokonbu em julho de 2017 e tem impressas mais de 800 mil cópias.

Uma adaptação para mangá por Sōken Haga começou a ser lançada na Young Ace Up em outubro de 2017.

Fundou o OtakuPT em 2007 e desde então já escreveu mais de 40 mil artigos sobre anime, mangá e videojogos.