Ciclo de Cinema Japonês no Museu do Oriente em Agosto

0

Ciclo de Cinema Japonês no Museu do Oriente em Agosto

Com entrada gratuita de 5 a 26 de agosto, o Auditório do Museu do Oriente vai receber um Ciclo de Cinema Japonês que vai contar com os filmes Thermae Romae, Nobody to Watch Over Me, Mameshiba e A Tale of Samurai Cooking: A True Love Story.

Exibição em formato DVD-PAL, com legendas em português. Entrada gratuita, mediante levantamento de bilhete no próprio dia.

Quatro realizadores para descobrir em quatro filmes surpreendentes, que abrem perspetivas sobre a complexidade das relações humanas em situações de tensão – social, familiar ou criativa. Romance histórico, drama e comédia, em quatro filmes que não passaram pelas salas comerciais portuguesas.

5 de Agosto

A Tale of Samurai Cooking: A True Love Story (Bushi no kondate) de Yuzo Asahara [2013]

Funaki Dennai está na base da elaboração da cozinha do clã Kaga no período Edo, considerado como um “Samurai de cozinha” que preparou comida para a nobreza. Este drama emocionante descreve os assuntos internos do clã Kaga na perspectiva de uma mulher que se casa com o filho de Funaki. O filme apresenta as refeições feitas de acordo com o receituário da família Funaki “Ryori Mugonsho” e recria o funcionamento das cozinhas das famílias dos samurais na época. Haru (Aya UETO) é uma talentosa cozinheira, mas teimosa, o que a leva a divorciar-se do marido depois de um ano. No entanto, ela é convidada pelo “Samurai de cozinha” Funaki Dennai (Toshiyuki NISHIDA) do clã Kaga para se casar com seu filho e herdeiro, Yasunobu (Kengo KORA), para trabalhar e remediar a sua falta de habilidade culinária.

12 de Agosto

Mameshiba de Toru Kamei [2009]

Uma adaptação cinematográfica da série televisiva que retracta a jornada de um homem de meia-idade com um cachorrinho de dois meses em busca da sua mãe que fugiu de casa.
O filme apresenta um conjunto de actores bem conhecidos das novelas japonesas de TV, filmes e apresentações em palco, incluindo Jiro SATO, que actua neste filme. Um dia, Jiro (Jiro SATO), um homem desempregado de 35 anos que nunca saiu de sua cidade, corre para Ichiro, um cachorro da raça Mameshiba com um lenço vermelho em volta do pescoço. Juntos partem em busca da mãe de Jiro, em direcção a muitas aventuras e um surpreendente desfecho.

19 de Agosto

Nobody to Watch Over Me (Dare mo mamotte kurenai) de Ryoichi Kimizuka [2009]

Concentrando-se na irmã do acusado – a brilhante estudante Saori (Mirai SHIDA) – este suspense segue o sofrimento da família de um assassino adolescente e as lutas do detective Katsuura (Koichi SATO) para protegê-la da invasão da imprensa indesejada e do escrutínio público. Num jogo mortal de “escondidas”, os internautas mal-intencionados insatisfeitos com o jovem suspeito, sob custódia, expõem as informações pessoais da família, bem como todas as suas jogadas.

Cativante para assistir, este filme de Ryoichi KIMIZUKA, reflecte os temores actuais sobre os perigos das redes sociais e da privacidade, mas também tece habilmente uma história sobre o declínio das famílias modernas.

Em 2008, O filme ganhou o prémio na categoria de “melhor argumento” no Festival Internacional de Cinema de Montreal.

26 de Agosto

Thermae Romae de Hideki Takeuchi [2012]

Uma adaptação da manga (ou mangá) popular de Mari YAMAZAKI, que ganhou tanto Grande Prémio de Manga 2010 como o Prémio de Cultura Tezuka Osamu para o “melhor trabalho de curta-metragem”. Hiroshi ABE e o resto do elenco de actores talentosos assumem o papel de cidadãos da Roma antiga com rostos bem “esculpidos e delineados”. Outro aspecto impressionante é o grande estúdio aberto, construído na Cinecitta, o maior estúdio de cinema da Itália. Lucius (Abe), um arquitecto de banheiras para SPA (“Thermae” em latim) do Império Romano, viaja inadvertidamente no tempo e encontra-se numa casa de banho japonesa moderna. Ele toma nota dos elementos da cultura japonesa que vai aprendendo levando-os de volta para Roma onde é extremamente bem-sucedido, o que leva o Imperador a ordená-lo a construir um grande SPA.