Live-action de Mulan será o filme mais caro do Walt Disney Pictures

Primeira foto do filme live-action de Mulan

A atriz Gong Li acabou revelando durante uma entrevista ao site Weibo que a produção do filme live-action de Mulan pode ter orçamento de US$ 300 milhões, fazendo do longa a mais cara produção do Walt Disney Pictures.

Em comparação com outras produções live-action do estúdio, Beauty and the Beast e The Jungle Book foram produzidos com orçamento entre US$ 160 milhões e US$ 175 milhões. Já dentro o conglomerado Disney o longa passa a ser o segundo longa mais caro ficando atrás apenas de Vingadores: Endgame (Avengers: Endgame), que custou US$ 350 milhões ao Marvel Studios.

A estreia nos cinemas vai acontecer a 27 de março de 2020 e Liu Yifei (The Forbidden Kingdom, Once Upon a Time) foi escolhida para interpretar Hua Mulan após um longo ano de casting.

A ela juntam-se: Donnie Yen (Rogue One: A Star Wars Story); Jason Scott Lee (Crouching Tiger, Hidden Dragon: Sword of Destiny); Yoson An (The Meg); Utkarsh Ambudkar (Pitch Perfect); Ron Yuan (Marco Polo); Tzi Ma (Arrival); Rosalind Chao (Star Trek: Deep Space Nine); Cheng Pei-Pei (Crouching Tiger, Hidden Dragon); Nelson Lee; Chum Ehelepola; Gong Li (Memoirs of a Geisha, Raise the Red Lantern) e Jet Li (Shaolin Temple, Lethal Weapon 4).

Em Mulan seguimos a história de uma jovem destemida e corajosa que decide colocar em risco a sua vida para salvar o seu pai e a sua Pátria. Quando o seu país é invadido e o seu pai doente é recrutado para a guerra, Mulan decide disfarçar-se de homem, treinar para se tornar num bom soldado e, assim, ocupar o lugar do seu pai no exército chinês. Acompanhada pelo seu gentil e engraçado dragão de guarda, Mushu, Mulan treina para ser um soldado habilidoso e valente e acaba por aprender muitas lições sobre coragem, honra e amor.