Homem preso no Japão por remover censura de filmes adultos

Ator de voz foi preso depois de enganar idosa

O jornal Kyoto Shimbun noticiou que a Divisão de Crimes Cibernéticos da Polícia da Prefeitura de Kyoto e a Polícia de Ukyo prenderam um autoproclamado criador de conteúdos de 43 anos na cidade de Takasago, prefeitura de Hyogo, sob suspeita de violar a Lei de Direitos Autorais e exibir mídia de gravação eletromagnética obscena, tendo usado indevidamente tecnologia de inteligência artificial (IA) para alterar vídeos adultos de forma a que os mosaicos da censura sejam removidos.

O réu admitiu as acusações e afirmou que o fazia principalmente com fins lucrativos. Segundo a polícia da prefeitura, o suspeito alterou os vídeos com um software comercial que usa tecnologia de IA “TecoGAN (テ コ ガ ン)”. Atos semelhantes são conhecidos como “destruição de ladrilhos” e “remoção de mosaicos ” e estão amplamente difundidos na Internet. Segundo a polícia da prefeitura, o suspeito autopromovia-se com o seguinte slogan: “Vamos acabar com a censura e curtir os vídeos originais!”.

O suspeito obteve os vídeos pornográficos pelos clientes e alterou-os para que aparecessem sem censura. Entre dezembro do ano passado e agosto deste ano, vendeu cerca de 12.000 vídeos alterados a cerca de 200 pessoas, ganhando cerca de 11 milhões de ienes (96 mil dólares).

De acordo com especialistas em computação, a tecnologia IA “TecoGAN” pode usar IA para prever a verdadeira natureza de uma imagem pouco nítida e gerar uma pseudo-imagem de alta qualidade. Espera-se que esta tecnologia seja usada para analisar gravações de câmaras de segurança e para aperfeiçoar vídeos antigos.

FONTEThe Kyoto Shimbun
Fundou o OtakuPT em 2007 e desde então já escreveu mais de 40 mil artigos sobre anime, mangá e videojogos.