14 anos de prisão ao homem que esfaqueou a idol Mayu Tomita

Idol esfaqueada em estado crítico

O Tribunal Distrital de Tóquio condenou o japonês Tomohiro Iwazaki a 14 anos e seis meses de prisão pelo esfaqueamento da idol  em Maio do ano passado.

 ficou em estado crítico após receber perto de 20 facadas no pescoço e peito. Ela acabou por recuperar do seu estado de consciência mas não sem sequelas, ela tem agora dificuldade em cantar e comer devido a uma paralisia parcial da sua boca e tem também problemas de visão. Para além de que sofre de stress pós-traumático devido ao incidente.

Idol recupera consciência após violento ataque

Quando ela estava a testemunhar no tribunal Iwazaki gritou que ela o devia matar e acabou expulso do tribunal. Antes de ser revelada a pena ele acabou por pedir desculpa à idol e à sua família e prometeu que iria aprender a ter paciência na prisão.

Em Maio de 2016 a polícia prendeu logo no local Tomohiro Iwazaki de 27 anos, o autor confesso do ataque. Este terá justificado o ataque com o facto de Tomita lhe ter devolvido uma prenda que ele lhe enviou sem qualquer justificação.

No início daquele mês a idol já teria contactado a polícia sobre Iwazaki que lhe estaria a enviar mensagens pelo twitter e pelo seu blog.