MAN WITH A MISSION lança o single Merry-Go-Round

A abertura da quinta temporada de My Hero Academia

A banda japonesa MAN WITH A MISSION, que recentemente lançou o singleINTO THE DEEP”, acaba de anunciar que o tema “Merry-Go-Round” acaba também de ser lançado. Para os mais atentos este trata-se da abertura da 5.ª temporada de My Hero Academia.

A sua história já a conhecemos. Num mundo onde a humanidade desenvolveu habilidades super-humanas especais intituladas de “Quirks” conhecemos, Izuku Midoriya, um jovem aspirante a herói que frequenta uma academia para se tornar num, e pelo caminho confronta os mais variados vilões.

A mesma foi baseada na obra criada Kohei Horikoshi, e depressa se tornou numa das mais predominantes na revista Weekly Shonen Jump. O seu sucesso é imenso que para além de 5 temporadas de TV nos próximos meses vai receber o filme: “My Hero Academia THE MOVIE: World Heroes’ Mission”.

Os lobos que compuseram o novo tema, inspiraram-se no sentimento de tentarmos aproximar-nos de alguém com todas as nossas forças, mas que mesmo com todas as investidas sentimos que não atingimos o nosso objetivo. Também declararam que são grandes fãs do mangá original:

Fiquei muito feliz de ter tido esta grande oportunidade de criar a abertura de ‘My Hero Academia’, já que adoro essa série de mangá!

Estou muito feliz de ter tido esta oportunidade incrível de compor a música-tema de ‘My Hero Academia’. Sempre gostei de ler os mangás! Quando Izuku admira o ‘All Mighty’, quando as pessoas correm atrás de alguém tentando alcançar seus objetivos, e ainda assim sentem que não estão a chegar mais perto… Eu fiz essa música com base nesse sentimento complexo. E eu comparo essa sensação a um carrossel. Espero que esta música seja uma boa adição à história como um ‘Plus Ultra’. Vamos aproveitar esta nova temporada da história juntos!

Vindo de vários mundos e projetos, juntou-se à redação do Otakupt em 2020, pronto para informar todos os leitores com a sua experiência nas várias áreas da cultura alternativa. Assistiu de perto ao nascimento dos videojogos em Portugal até à sua atualidade, devora tudo o que seja japonês (menos a gastronomia), mas é também adepto de grandes histórias e personagens sejam essas produzidas em qualquer parte do globo terrestre.