A CD Projekt RED reconhecidamente lançou o jogo Cyberpunk 2077 num formato inacabado e a companhia polaca enfrenta agora a possibilidade de receber uma multa equivalente a 10% da sua receita anual.

A multa poderá ser aplicada pelo escritório polaco de Concorrência e Proteção ao Consumidor (UOKiK) se a CD Projekt RED não entregar rapidamente patches que corrijam os problemas de Cyberpunk 2077.

Małgorzata Cieloch, porta-voz do UOKiK, explicou que é principalmente uma questão de verificar o andamento do trabalho dos patches prometidos, o que deve tornar as versões de consola do jogo jogáveis.

Pedimos à produtora que explique os problemas com o jogo e as ações realizadas por ela. Veremos como o produtor está a trabalhar para fazer correções ou resolver dificuldades que impossibilitam jogar nas consolas, mas também como ele pretende agir com as pessoas que fizeram reclamações e estão insatisfeitas com a compra por falta da possibilidade de jogar o jogo no seu equipamento, apesar das garantias anteriores do produtor.

As versões do jogo para PlayStation 4 e Xbox One foram consideradas impossíveis de jogar por muitos jogadores, resultando em muitos bugs, baixo desempenho e outros problemas.