Cooking Mama: Cookstar foi vendido sem autorização dos seus criadores

Os criadores da série Cooking Mama estão a ameaçar recorrer a um processo judicial contra a editora Planet Entertainment por causa do que está a chamar de “lançamento não autorizado” do título da Nintendo Switch: Cooking Mama: Cookstar. O jogo, foi lançado tecnicamente no início deste mês, mas agora parece estar num estado de limbo de vendas e distribuição.

A detentora dos direitos, Office Create, que desenvolveu as edições mais vendidas para Nintendo DS e Wii do jogo disse em comunicado que a Planet Entertainment licenciou o nome de Cookstar em 2018, mas que o jogo sofria de muitos defeitos.

“Infelizmente, a qualidade das versões do jogo não foi atingida, nos padrões que os nossos clientes esperam e merecem”.

A Office Create rejeitou uma ampla gama de deficiências que afetam, a qualidade e o conteúdo do jogo no geral. No entanto, apesar de ser contratualmente obrigada a corrigir as deficiências identificadas e reenviar o jogo para aprovação, a editora lançou o jogo sem abordar todas as rejeições e sem a aprovação da empresa.

A Office Create afirmou que está a avaliar todas as ações legais contra a Planet para proteger os clientes, direitos de propriedade intelectual e a série Cooking Mama. A empresa pediu desculpas aos clientes e fãs por qualquer confusão e deceção causada pela conduta da Planet Entertainment.

Apesar do que a Office Create diz ter sido uma “rescisão imediata da licença” no final de março, a Planet Entertainment anunciou a disponibilidade da Cookstar nos principais vendedores no início de abril. Também afirmou que uma versão para download na eShop ainda estava pendente apenas porque o mundo inteiro estava de cabeça perdida com atrasos no momento.

Algumas críticas, bem como fotos e vídeos de utilizadores, provam que o jogo existe e estava a ser distribuído. Mas, como relata a IGN , qualquer sinal do lançamento deste jogo desapareceu rapidamente das principais lojas nos EUA. Enquanto o jogo está a ser vendido diretamente através de um site oficial e de lojas europeias, as únicas outras ofertas dos principais vendedores dos EUA parecem ser de revendedores (que estão a cobrar aumentos significativos no preço sugerido de $39,99).

Vindo de vários mundos e projetos, juntou-se à redação do Otakupt em 2020, pronto para informar todos os leitores com a sua experiência nas várias áreas da cultura alternativa. Assistiu de perto ao nascimento dos videojogos em Portugal até à sua atualidade, devora tudo o que seja japonês (menos a gastronomia), mas é também adepto de grandes histórias e personagens sejam essas produzidas em qualquer parte do globo terrestre.
Subscreve
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments