Dark Souls recebeu o seu lançamento uma década atrás

Um dos jogos mais influentes da história

Foi neste dia há dez anos, que o mundo recebeu o jogo mais influente da idade moderna, e indiscutivelmente um dos maiores da história da oitava arte.

Na alvorada de 22 de setembro de 2011, as consolas PlayStation 3 e Xbox 360 receberam o lançamento de Dark Souls. Embora fosse uma sequela espiritual de Demon’s Souls, foi com este titulo que o género atingiu a sua notoriedade e propagou-se na indústria. O seu impacto foi tal forma tremendo que acabou por revolucionar subgéneros contemporâneos;Hack n ‘slash; Metroidvania, através do seu design e uma jogabilidade metódica. Contudo, o seu maior destaque foi a sua dificuldade, cuja não deixou ninguém indiferente, e produziu o seu maior efeito e consequente publicidade.

Ao passo que os jogos da sua época ofereciam comodidades tais como tutoriais -alguns que chegaram a ser humilhantes para um jovem adulto- ou um level design que apelava a jornadas mais calmas e muito menos difíceis, eis que surgiu o vanguardista Dark Souls, que rompeu completamente estes moldes apostando nos valores “hardcore” das famintas arcadas ou jogos da era das 8 e 16 bits onde a sua dificuldade era elevada. Perante este quadro, o jogo atingiu uma dimensão muito abrangente, pois começou a receber o seu destaque especialmente na imprensa que de uma maneira peculiar começou a comparar todos os jogos com uma dificuldade mais elevada a Dark Souls. Até mesmo um jogo de corridas como Dirt, ou jogos de plataformas e ação como Cuphead ou Crash Bandicoot N’ Sane Trilogy “passaram a ser conhecidos” como os Dark Souls das corridas ou Dark Souls das plataformas. O grupo Mega64 exemplifica esta afirmação com um vídeo bem divertido e elucidativo.

Sem se dar conta, a obra de Hidetaka Miyazaki, conquistou um público abrangente e cimentou a FromSoftware na indústria. Os fãs queriam mais jogos com estas temáticas, e sem surpresa o jogo recebeu as sequelas Dark Souls II, e Dark Souls III, e uma remasterização desta aventura. O mesmo também rumou para outros ambientes e produziu dois dos jogos mais aclamados desta era, Bloodborne e Sekiro: Shadows Die Twice (vencedor do jogo do ano de 2019). Também foi o responsável por introduzir sangue novo na indústria, especialmente na casa dos Indies, introduzindo e padronizando os subgéneros Roguelite, Roguelike e até Souls Like. Não há dúvidas que Dark Souls, recebeu um lançamento na hora certa.

Que memórias partilhas com Dark Souls?

Vindo de vários mundos e projetos, juntou-se à redação do Otakupt em 2020, pronto para informar todos os leitores com a sua experiência nas várias áreas da cultura alternativa. Assistiu de perto ao nascimento dos videojogos em Portugal até à sua atualidade, devora tudo o que seja japonês (menos a gastronomia), mas é também adepto de grandes histórias e personagens sejam essas produzidas em qualquer parte do globo terrestre.