Demon’s Souls sem ray tracing na Playstation 5

Demon’s Souls, o jogo da Bluepoint Games e PlayStation Studios que vai ser lançado dia 19 de novembro de 2020, foi revelado inicialmente como usando ray tracing, no entanto, foi agora revelado que tal não será o caso, não porque a Playstation 5 não o permita, mas porque a produtora optou por não o implementar.

Numa entrevista ao espanhol LevelUp, Gavin Moore da Bluepoint Games afimrou:

Na verdade, não implementados ray tracing em Demon’s Souls. Não é porque não podíamos ou porque a PS5 não é capaz disso, pois é completamente capaz de o fazer. É como qualquer outra melhoria gráfica, existe um custo na implementação de ray tracing. Se tivéssemos implementado o rastreio de raios no jogo, isso significava que deixariamos algo de fora. Existe um tempo limitado no desenvolvimento de jogos.

Quando começamos o desenvolvimento, não sabíamos que existiria ray tracing no jogo, não fazia parte da nossa visão original. Queríamos focar-nos nos cenários e aspeto dos personagens. É tudo iluminado em tempo real com sombras em tempo real.

Demon’s Souls terá dois modos de jogo: “Cinematic”, que tem resolução nativa de 4K a 30 frames por segundo; e “Performance”, que é a resolução dinâmica de 4K a 60 frames por segundo. Está incluído um mofo Foto.

Em Demon’s Souls Remake, na sua demanda pelo poder, o 12.º Rei da Boletaria, o Rei Allant, apelou às Artes das Almas ancestrais, despertando um demónio do princípio dos tempos: The Old One. Com a invocação do The Old One, um nevoeiro incolor varre a terra, libertando criaturas tenebrosas que se banqueteiam com as almas dos mortais. Aqueles cujas almas lhes foram roubadas, perdem a cabeça restando-lhes apenas o desejo de atacar aqueles que ficaram saudáveis. Agora, Boletaria está isolada do mundo exterior e os cavaleiros que se atrevem a penetrar no denso nevoeiro para libertar a terra do seu sofrimento, nunca mais são vistos. Na pele de um guerreiro solitário que se aventurou no funesto nevoeiro, os jogadores têm de superar o maior de todos os desafios para conquistar o título de “Assassino de Demónios” e enviar o The Old One de volta para o seu trono.