A Capcom entra com todo o estilo na nova geração de consolas com este Devil May Cry V Special Edition. Estando disponível digitalmente no lançamento da Xbox Series S|X e Playstation 5, testamos esta edição do jogo na consola da Sony.

Devil May Cry 5 foi lançado em março de 2019 com uma história a acontecer 5 anos após o evento de Devil May Cry 4 seguindo o trio Dante, Nero e V, à medida que eles tentam impedir que o Rei Demoníaco Urizen, destrua o mundo humano.

Utilizando o motor gráfico “RE Engine” o jogo foi dirigido por Hideaki Itsuno, foi bem recebido pelos jogadores e logo nas suas duas primeiras semanas vendeu mais de 2 milhões de cópias, inspirando mesmo uma novel e um mangá.

O mangá de Devil May Cry V tem como título Devil May Cry 5 – Visions of V é da autoria de Tomio Ogata e podem ver em cima uma magem promocional. A história desenrola-se à votla de V e mostra detalhes sobre os eventos após o seu nascimento e como ele acabou por se ver envolvido nos acontecimentos do jogo.

Nunca jogaram Devil May Cry (DMC)? Têm receio de começar por este jogo? Nada temam. O jogo é muito amigável para quem quer mergulhar nas aventuras de Dante e companhia, e para além do tutorial logo no início têm também disponível no menu principal o “History of DMC”, basicamente uma curta animada ao estilo stop-motion onde vos é contada a história dos jogos desde o seu início, permitindo assim que comessem esta aventura com o conhecimento básico para perceberem o que está a acontecer.

Passando para os veteranos de Devil May Cry em Devil May Cry V Special Edition temos disponível desde o início Vergil como personagem jogável. Com uma curva de aprendizagem de mecânicas de combate ligeiramente superior a V, Nero, e Dante, vão com ele passar por alguns dos níveis do jogo sendo que a componente narrativa não será tão completa como com os outros personagens.

Ação Ininterrupta

Não vamos aqui na review focar na história ou gameplay que se mantém do jogo que foi lançado há mais de um ano, mas sim no que esta Devil May Cry V Special Edition tem para oferecer em conjunto com a Playstation 5 e uma das primeira coisas que vão reparar é a velocidade com que vão saltar de nível para nível, tudo é instantâneo, terminam uma área, veem a vossa pontuação e passado um par de segundos, sim, literalmente um par de segundos, estão de vota à ação. Mostrando não só a velocidade da Playstation 5 mas também cuidado da Capcom em otimizar o jogo para esta plataforma.

A Capcom não esqueceu o menino bonito da Playstation 5, o Dualsense, e Devil May Cry V Special Edition tira partido não só do seu altifalante bem audível como vão sentir nas vossas mãos os poderosos ataques, sendo que gostaria de ver um melhor aproveitamento dos gatilhos adaptáveis.

 

Visualmente Soberbo!

Claro está que um dos principais interesses passa pela sua componente visual e que melhorias esta “Special Edition” traria potenciada por todo o poderia da Playstation 5 e não ficamos desiludidos, Devil May Cry V Special Edition é visualmente soberbo e na consola de nova geração da Sony os gráficos condizem com a extravagante aparência dos nossos protagonistas, tudo é muito brilhante, real e belo.

A grade estrela é o “Ray Tracing”, esta tecnologia já utilizada por Hollywood há muitos anos começa agora finalmente a chegar às consolas graças ao seu poderio gráfico e vemos reflexões muito mais fieis, desde o reflexo num espelho, numa poça de água, num vidro, numa arma, tudo ganha mais realismo e imersão. Devil May Cry V já era impressionante visualmente, mas este Devil May Cry V Special Edition consegue elevar ainda mais a experiência tornando-se em algo que todos devem experimentar.

No jogo podem ativar ou desativar o “Ray Tracing”, sendo que com esta opção é dada prioridade à fidelidade gráfica em detrimento do número de frames por segundo. Para além do “Ray Tracing” com prioridade para os gráficos também podem escolher o “Ray Tracing” em modo “Performance”, onde é dado ao jogador o melhor de dois mundos, a tecnologia ray tracing com um elevado valor de frames por segundo, a única desvantagem é que a resolução passa para 1080p.

Devem também ter presente que nos modos de jogo “Legendary Dark Knight” e “Turbo Mode” o “Ray Tracing” é automaticamente desativado, o que faz sentido uma vez que são modos mais frenéticos onde todos os frames contam para dar vantagem ao jogador.

Níveis de dificuldade:

  • Legendary Dark Knight – Aumenta substancialmente o número de inimigos
  • Turbo Mode – Jogo 20% mais rápido
  • Human – Novos jogadores
  • Devil Hunter – Veteranos de Devil May Cry

Na Playstation 5, Devil May Cry V Special Edition vai dar-vos a opção de escolherem o áudio entre inglês e japonês e tem disponíveis legendas em português do Brasil.

Devil May Cry V Special Edition faz também uso de uma das funcionalidades que foi promovida no lançamento da Playstation 5, o filtro de Spoilers, desta vez dentro do próprio jogo. Vão nas opções poder selecionar um filtro que online vai esconder informação recebida de outros jogadores que contenha conteúdos que ainda não desbloquearam no jogo, como por exemplos novos fatos.

Se Devil May Cry V era um jogo recomendado, com esta Devil May Cry V Special Edition solidificou ainda mais a sua posição como o hack and slash de referência, história interessante, gameplay envolvente e visuais impressionantes, fazem deste jogo uma excelente porta de entrada à nova geração de jogos.