Ex-executivo da Xbox alerta a indústria sobre o Xbox Game Pass

"Quando o Spotify descolou, destruiu o negócio da música, ele literalmente cortou a receita anual do negócio da música para metade"

Em entrevista ao Xbox Expansion Pass, o ex-executivo da Microsoft, Ed Fries, expressou preocupação com o possível impacto que o serviço de assinatura Xbox Game Pass pode ter na indústria de jogos.

Ed Fries, que ajudou a lançar a Xbox original em 2004, comparou o Xbox Game Pass ao Spotify e admitiu que o serviço de assinatura o assusta tendo em conta o que os serviços de assinatura fizeram como a música.

A única coisa que eles estão a fazer que me deixa nervoso é o Game Pass. O Game Pass assusta-me porque há uma coisa um tanto análoga chamada Spotify que foi criada para o mundo da música. Quando o Spotify descolou, destruiu o negócio da música, ele literalmente cortou a receita anual do negócio da música para metade. Isso fez com que as pessoas simplesmente não comprassem mais músicas. As pessoas não compram músicas no iPhone, por exemplo, porque comprariam? Elas estão todas no seu aplicativo de serviço de assinatura. A Apple disse que vai retirar a compra de músicas porque ninguém as compra. Portanto, temos que ter cuidado para não criarmos o mesmo sistema no negócio dos jogos. Estes mercados são mais frágeis do que as pessoas imaginam. Eu vi a indústria de jogos destruir-se no início dos anos 80. Eu vi o negócio do software educacional destruir-se em meados dos anos 90… eles literalmente destruíram um mercado multibilionário em poucos anos. Então o Game Pass deixa-me nervoso. Como cliente, adoro. Eu amo o Spotify como cliente: tenho todas as músicas que sempre quis… é um ótimo negócio como cliente. Mas não é necessariamente ótimo para a indústria.

Subscreve
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments