Família processa companhia de videojogos depois de crianças saltarem de prédio para imitar jogo mobile

Família processa companhia de videojogos depois de crianças saltarem de prédio para imitar jogo mobile

Recentemente, uma família chinesa processou a chinesa Tencent depois dos seus dois filhos ficarem gravemente feridos depois após de um prédio para ver se voltavam à vida como os seus os personagens favoritos de um jogo.

Os dois irmãos, de 11 e 9 anos, alegadamente ficaram viciados nos populares jogos mobile Mini World e Game of Peace durante a quarentena provocada pelo Covid-19. Os seus pais compraram-lhes um smartphone onde eles passavam oito horas por dia a jogar os dois jogos na casa da família em Handan, na China. A 22 de março, as duas crianças saltaram do prédio, de uma altura de 15 metros, para ver se voltavam à vida, assim como os seus avatares nos jogos. Os dois ficaram gravemente feridos, fraturando numerosos ossos que exigiram vários procedimentos cirúrgicos.

Mini World
Mini World

Shen Haiyong, o pai de 39 anos, encontrou a sua filha com um enorme corte na bochecha e os olhos bem abertos olhando para o nada depois da queda. Ele foi para o hospital com ela, e os paramédicos logo depois chegaram com o seu filho de 11 anos.

O rapaz de 11 revelou aos jornalistas como tudo aconteceu:

[A minha irmã] disse: “Irmão, vamos ver se voltamos à vida como no jogo”. Então ela e eu tentamos [saltar do prédio]. Ela estava disposta no começo, depois teve medo. Eu disse-lhe para fechar os olhos, então peguei a mão dela e saltei primeiro. Não me lembro do que aconteceu depois disso.

Queríamos tentar ver se podíamos voar ou voltar à vida, como em Game of Peace e Mini World. No modo criativo de Mini World, nunca morrem, não importa quantas vezes caiam.

As duas crianças foram hospitalizadas por várias semanas e foram submetidas a várias cirurgias pagas com doações e dinheiro emprestado de parentes. Agora, os seus pais querem que a Tencent pague por fazer as crianças ficarem viciadas nos seus jogos.

A mãe, Fu Ruixia, afirmou que as crianças não eram assim antes de começarem a jogar os videojogos.

Game of Peace
Game of Peace

Os mídia chineses relatam que a Tencent, dona de Game of Peace e do Mini World, se recusou a assumir a responsabilidade pelo incidente, alegando que o incidente foi inspirado pela mecânica do Mini World, desenvolvido pela Miniwan Technology Co Ltd, mas de propriedade da Tencent.

Na China os internautas têm expressado nas redes sociais sérias suas dúvidas que crianças de 11 e 9 anos saltassem de prédios a pensar que voltariam à vida, culpando os pais por negligência e quererem ganhar dinheiro com a situação.