Final Fantasy VII Remake Parte II sofre atrasos causados pelo Covid-19

Naoki Hamaguchi e Yoshinori Kitase, o diretor e o produtor de Final Fantasy VII Remake recentemente estiveram em conversa com o The Guardian.

Em entrevista com o jornal, a dupla relatou que o desenvolvimento da primeira e da segunda parte sofreram, e estão a sofrer com o impacto causado pelo COVID-19.

Num excerto da entrevista Yoshinori Kitase comenta:

“Entristece-me ver tantas pessoas em todo o mundo a sofrer com o vírus e até a perder as suas vidas. Quando escolhemos a data de lançamento para o jogo, ninguém previa uma pandemia global como a que estamos a viver, e o lançamento do jogo decorrer durante esta situação sem precedentes foi algo que nos apanhou desprevenidos.

“Actualmente, a equipa continua a trabalhar na próxima parte através de trabalho remoto. A nossa performance vai descer temporariamente abaixo da máxima eficiência devido a presente situação, mas penso que não terá grande impacto a longo prazo.”

Final Fantasy VII Remake, ao contrário do seu jogo original, será um jogo episódico que expandirá a história que conhecemos de 1997. A sua primeira parte foi lançada para a PlayStation 4 a de abril, e foi recebida calorosamente pelos jogadores e pela critica, de tal forma que será certamente um candidato a jogo do ano.

Podem ver aqui todo o jogo e em cima fica a nossa videoreview de Final Fantasy VII Remake. Esta é uma boa altura para subscreverem o nosso canal de youtube.

Vindo de vários mundos e projetos, juntou-se à redação do Otakupt, pronto para informar todos os leitores com a sua experiência nas várias áreas da cultura alternativa. Assistiu de perto ao nascimento dos videojogos em Portugal, até à sua atualidade. Devora tudo o que seja japonês (menos a gastronomia), mas é também é adepto de grandes histórias e personagens sejam essas produzidas, em qualquer parte do globo terrestre.