God of War Ragnarok recebe novas imagens e informações

A aguardada conclusão nórdica

Após o anúncio do lançamento de uma versão God of War (2018) para o PC que a página do jogo God of War Ragnarok na PlayStation Store recebeu novas imagens e informações.


Através da página do jogo na PlayStation Store podemos ler:

Kratos e Atreus embarcam numa viagem mítica em busca de respostas e aliados antes que o Ragnarök chegue.

Do Santa Monica Studio chega-nos a sequela do aclamado God of War (2018). Kratos e Atreus terão de se aventurar em cada um dos nove reinos em busca de respostas para se prepararem para a batalha profética que trará o fim do mundo. Juntos, Kratos e Atreus aventurar-se-ão pelas profundezas dos nove reinos em busca de respostas enquanto as forças de Asgard se preparam para a guerra. Pelo caminho, vão explorar deslumbrantes paisagens míticas, recrutar aliados e enfrentar inimigos temíveis, sob a forma de deuses nórdicos e monstros. À medida que a ameaça do Ragnarök se aproxima cada vez mais, Kratos e Atreus vão ter de escolher entre a segurança da sua família e a segurança dos reinos…

Há quem rompa com o destino

Atreus procura informações que o ajudem a entender a profecia de “Loki” e o papel que terá de desempenhar no Ragnarök. Kratos terá de escolher entre ficar acorrentado pelo medo de repetir os seus erros e libertar-se do passado para poder ser o pai de que Atreus precisa.

Armas de guerra

O machado Leviatã, as Lâminas do Caos e o Escudo do Guardião estão de volta, juntamente com uma série de novas habilidades de Kratos e Atreus. À medida que enfrenta deuses e monstros oriundos dos nove reinos, Kratos – e as suas mortíferas capacidades espartanas – vai ser testado como nunca enquanto luta para proteger a sua família.

Explora os reinos

Aventura-te por deslumbrantes paisagens perigosas e enfrenta uma grande variedade de criaturas, monstros e deuses nórdicos enquanto Kratos e Atreus procuram respostas e aliados.

God of War Ragnarok tem lançamento previsto para 2022 para as consolas PlayStation 4 e PlayStation 5.

Vindo de vários mundos e projetos, juntou-se à redação do Otakupt em 2020, pronto para informar todos os leitores com a sua experiência nas várias áreas da cultura alternativa. Assistiu de perto ao nascimento dos videojogos em Portugal até à sua atualidade, devora tudo o que seja japonês (menos a gastronomia), mas é também adepto de grandes histórias e personagens sejam essas produzidas em qualquer parte do globo terrestre.