Housemarque explica como criaram os efeitos visuais de Returnal

A Sony apresentou no seu blog oficial da PlayStation um vídeo da Housemarque, que explica o processo de criação de alguns dos seus principais efeitos visuais que deram vida a Returnal.

O estúdio ficou conhecido pelos seus efeitos de partículas espetaculares. Títulos como Resogun, Alienation, Matterfall e Nex Machina usaram a tecnologia de efeitos especiais para trazer explosões de cor ao ecrã com o intuito de recompensar os jogadores por destruir inimigos ou completar níveis. Em Returnal, Housemarque mudou para uma câmara na terceira pessoa, mas também para um estilo de arte mais fundamentado e escuro do que antes.

Desde Resogun que tem vindo a desenvolver os seus próprios efeitos visuais, onde usaram o protótipo do que é hoje o seu sistema de partículas programáveis. Este atualmente denominado de Next Gen Particle System (NGP) – Sistema de Partículas de Nova Geração, está desenhado como um GPU que se foca na ótima performance e não é usado somente para efeitos em partículas, mas também para gerar geometria processual dinâmica.

Returnal conta a história de Selene, uma exploradora espacial que, após uma aterragem forçada num planeta alienígena hostil em constante mudança, deverá investigar a paisagem desolada de uma civilização antiga para poder escapar. Sozinha e isolada, Selene terá pela frente um combate encarniçado pela sobrevivência. Uma e outra vez, derrotada, vê-se forçada a reiniciar a sua jornada sempre que morre.

O exclusivo da PlayStation 5 já pode ser adquirido nas lojas e na PlayStation Store.

Interessado em videojogos com o gosto acentuado para JRPG, está presente na equipa do OtakuPT desde 2013 com propósito de acompanhar e vos informar acerca do que melhor se faz na área do entretenimento gamer.