Mais de 50 mil jogadores já foram banidos de Call of Duty: Warzone

Call of Duty: Warzone, o jogo battle royal gratuito de Call of Duty, parece ser do agrado dos jogadores e só no seu primeiro dia conseguiu mais de 6 milhões de jogadores. Claro está que nem todos os jogadores têm as melhores intenções e a Infinity Ward revelou hoje que já baniu mais de 50 mil batoteiros desde o lançamento do jogo a 10 de março de 2020.

Num post com o título “Trapaceiros não são bem-vindos em Call of Duty: Warzone” a produtora afirma que leva a sério todas as formas de batota e que manter um campo de jogo justo para todos está entre as maiores prioridades.

Call of Duty: Warzone está a destacar-se de outros battle royales com várias inivações sendo que a mais notável é um sistema de respawn que dá aos jogadores uma segunda oportunidade de voltarem ao combate após morrerem. Se morrerem, vão participa numa partida 1×1, com o vencedor a voltar ao mapa. Quem morrer neste combate 1×1 sai fora de jogo.

Subscreve
Notify of
guest
2 Comentários
Mais Antigo
Mais Recente Mais Votado
Inline Feedbacks
View all comments
João Vítor Nerís
2 , Abril , 2020 10:29

eu ainda não dei uma jogadinha nele, e bem feito para quem foi banido kkk

George Batista
George Batista
2 , Abril , 2020 10:29

Gostei do jogo, porém acho que esbarei com alguns desses “Trapaceiros” ಠ_ಠ, infelizmente isso existe, Nem tento compreender ¯_(ツ)_/¯

Tema de TCC para o pessoas de psicologia, “Como um ser que se julga racional usa trapaças para jogar online e ainda tem a coragem de chamar os demais de LIXO”.

Desabafei (ー_ー゛)