Media.Vision tem cinco títulos em desenvolvimento

Será que no horizonte poderemos avistar um novo WILD ARMS?

Media.Vision a empresa que se celebrizou na indústria por produzir a série WILD ARMS, esta atualmente a desenvolver cinco títulos, segundo um artigo sobre o estúdio na mais recente edição da revista Famitsu.

A Media.Vision recentemente também criou uma conta oficial no Twitter, onde planeia partilhar atualizações sobre os seus novos jogos, informações para recrutamento e muito mais, à medida que se aproxima do seu 30.º aniversário em 2023, dado que a empresa foi fundada em 1 de março de 1993.

Takashi Fukushima, o presidente da Media.Vision comentou o seguinte:

Ainda me lembro com carinho dos aplausos e parabéns dos executivos da Sony Computer Entertainment quando o jogo Crime Crackers recebeu lançamento na data prevista na PlayStation [original]. Atualmente, estamos a trabalhar em cinco títulos, para consolas de videojogos e smartphones, incluindo propriedades intelectuais originais e externas. Também produzimos jogos com um estilo mais realista em vez do estilo anime.

Harumi Umezawa, a produtora da Media.Vision acrescentou:

Penso que poderemos revelar o título mais avançado no decorrer deste ano, mas dependerá da editora. Estamos principalmente a recrutar funcionários com experiência em desenvolvimento de jogos de grande orçamento incluindo pessoas com experiência em Unreal Engine, experiência em efeitos de luz e muito mais.

Kentaro Motomura, o General Manager da Media.Vision concluiu:

Estou a trabalhar num título original com os criadores que conheço bem do meu trabalho anterior [na Sony Interactive Entertainment]. Parece que o mercado de jogos japoneses está a perder o seu vigor. Algumas empresas não têm escolha a não ser colocar os seus esforços no mercado externo. Queremos revitalizar o mercado de jogos japoneses em primeiro lugar. Só apartir desse resultado, é que vamos criar títulos que sejam amplamente adotados nos outros territórios.

A revista também apresenta algumas artes dos novos títulos da Media.Vision, incluindo uma mulher com rabo de cavalo, uma área urbana no estilo Tachikawa em chamas e santuários.

Vindo de vários mundos e projetos, juntou-se à redação do Otakupt em 2020, pronto para informar todos os leitores com a sua experiência nas várias áreas da cultura alternativa. Assistiu de perto ao nascimento dos videojogos em Portugal até à sua atualidade, devora tudo o que seja japonês (menos a gastronomia), mas é também adepto de grandes histórias e personagens sejam essas produzidas em qualquer parte do globo terrestre.
Subscreve
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments