Microsoft relata que tentou adquirir a EA, Squaresoft e Nintendo no inicio deste milénio

Para comemorar o 20.º aniversário da Xbox, a Bloomberg realizou diversas de entrevistas sobre a Xbox original.

Num excerto destas, a Microsoft comentou que em 2000, reuniu-se com representantes da Konami, Squaresoft, EA, Midway, Tecmo, e até Nintendo para as adquirir. Claro que como sabemos, estas negociações não surtiram nenhum efeito.

Estas partiram com a EA, que imediatamente negou a sua compra. Sem cessar, a Microsoft voltou-se para a Nintendo sobre uma possibilidade de aquisição, o que também resultou num “não” e alguns risos. Finalmente quando os representantes da Squaresoft foram abordados, a Microsoft foi informada de que a oferta era muito baixa.

Kevin Bachus, o ex-diretor de relações de terceiros relatou à Bloomberg o seguinte:

“Steve Ballmer, marcou um encontro com os representantes da Nintendo com o intuito de a adquirir. Estes apenas se riram de nós. A reunião simplesmente se resumiu em gargalhadas.” 

A Bloomberg também abordou o ex-presidente da Nintendo of America, Howard Lincoln, sobre esta reunião. A sua resposta foi a seguinte:

“A Nintendo não discute assuntos confidenciais. De qualquer forma, a reunião não surtiu nenhum efeito”.

Bob McBreen, o ex-chefe responsável pelo departamento de negócios, relatou sobre as negociações com a Squaresoft o seguinte:

“No início de novembro de 1999, viajamos até ao Japão. Lá fomos recebidos pelo seu CEO e o nosso presidente Steve Ballmer. No dia seguinte, estávamos sentados na sala de reuniões e a Squaresoft chegou até nós e disse: “O Nosso encarregado de negócios gostaria de fazer-vos uma declaração. A Square não pode prosseguir com este negócio porque o preço é demasiado baixo. Simplesmente fizemos as malas, e fomos para casa e assim terminaram as negociações com a Square.”

Embora essas aquisições não tenham produzido frutos para a marca verde, o artigo mencionou que a aquisição da Bungie, foi simples e benéfica para a Microsoft.

A Xbox original foi lançada na América do Norte em 15 de novembro de 2001, meses depois, já em fevereiro de 2002, foi chegou aos territórios europeus e asiáticos.

Vindo de vários mundos e projetos, juntou-se à redação do Otakupt, pronto para informar todos os leitores com a sua experiência nas várias áreas da cultura alternativa. Assistiu de perto ao nascimento dos videojogos em Portugal, até à sua atualidade. Devora tudo o que seja japonês (menos a gastronomia), mas é também é adepto de grandes histórias e personagens sejam essas produzidas em qualquer parte do globo terrestre.