Naoki Yoshida detalha mecânicas e temas de Final Fantasy XVI num programa de rádio

Naoki Yoshida, o produtor de Final Fantasy XVI esteve em conversa esta manhã na estação de rádio Tokyo FM. Este foi o mais recente convidado na rubrica “Game Hack” um separador dedicado aos videojogos, inserido no programa Tokyo FM One Morning.

Yoshida deixou alguns indicadores dos temas e filosofias que irá adotar no décimo sexto titulo numerado da série principal de Final Fantasy. Os pontos mais importantes da entrevista foram os seguintes:

  • Final Fantasy XVI será um titulo bastante orientado para a ação. Resumindo será um Final Fantasy equilibrado entre história e ação.
  • Queremos que os jogadores apreciem a história, por isso preparamos um modo para quem desejar apenas concentrar-se na mesma. Trabalhamos em opções de suporte substanciais, que serão fáceis de operar.
  • Faço parte geração que joga a série Final Fantasy desde o seu primeiro jogo -estou quase na casa dos meus 50 anos. Penso que os Guerreiros da Luz cresceram nos seus próprios mundos, a minha meta será criar um mundo de Final Fantasy pelo qual aqueles que conhecem a realidade entre o bem e o mal também possam se evolver. Acredito que existem certas dificuldades que são vividas ao tornámo-nos em adultos, esse será o tema principal deste jogo algo que aqueles que cresceram a jogar Final Fantasy entendam, possam desfrutar, e refletir.

Final Fantasy XVI está em desenvolvimento para a PlayStation 5.

Vindo de vários mundos e projetos, juntou-se à redação do Otakupt em 2020, pronto para informar todos os leitores com a sua experiência nas várias áreas da cultura alternativa. Assistiu de perto ao nascimento dos videojogos em Portugal até à sua atualidade, devora tudo o que seja japonês (menos a gastronomia), mas é também adepto de grandes histórias e personagens sejam essas produzidas em qualquer parte do globo terrestre.
Subscreve
Notify of
guest

2 Comentários
Mais Antigo
Mais Recente Mais Votado
Inline Feedbacks
View all comments
DeFF
22 , Fevereiro , 2021 18:21

Depois do fracasso que FFXV foi, eu estou receoso com os próximos títulos. Não irei hypar ate o lançamento.

Platinei FFXV depois que lançaram a versão Royal Edition, mas joguei desde o lançamento em 2016. E que tristeza foi aquilo.
Foi 100% copy/paste de FFXIII que, a propósito, foi o FF que mais gostei e joguei, mas estava esperando originalidade em FFXV.

Sasukeavenger
Sasukeavenger
Reply to  DeFF
27 , Fevereiro , 2021 10:48

Na verdade não foi um fracasso, gostando ou não, FFXV está em 3° lugar da franquia no ranking de vendas, perdendo só para o FFX e FFVII. Foi um jogo que trouxe várias novidades para a série, principalmente no combate.
Mas é aquilo, nunca é bom hypar, principalmente na época em que vivemos onde parece que a última preocupação dessas produtoras é cumprir suas promessas.