NBA 2K21 – Análise (Playstation 5)

Desenvolvido pela Visual Concepts e publicado pela 2K Sports, eis que finalmente NBA 2K21 chega à nova geração, nomeadamente à Playstation 5.

Este 22º jogo de NBA 2K foi lançado originalmente para PlayStation 4 a 4 de setembro de 2020 chegando a 12 de novembro à consola de nova geração da Sony prometendo mais uma evolução deste que é o jogo de referência para os fãs de Basquetebol.

NBA 2K21 é um aprimorar de uma formula que tem vindo a ganhar sucesso e num ano pautado por uma pandemia e consequentes dificuldades de produção o jogo surge como uma melhoria incremental do que os jogadores de NBA 2K já estão habituados pelo que à partida não era de espera nada revolucionário, e é isso mesmo que NBA 2K21 oferece ao jogador, uma melhoria da experiência com a qual já estão familiarizados.

Em NBA 2K21 a correr na Playstation 5 somos transportados para uma experiência televisiva da NBA, quase como se estivéssemos à frente da nossa televisão a assistir a uma partida real, provavelmente os mais familiarizados com a série não ficarão surpreendidos, mas os mais novos ficarão impressionados. É notória a atenção dada aos pequenos detalhes, desde um realismo acentuado, passando pelo aspecto dos jogadores, sistema de física e os comentadores, tudo está lá para criar o espetáculo que é um jogo da NBA, não só dentro como também fora do campo de jogo.

As melhorias gráficas são notáveis, o Ray Tracing com a sua simulação da luz é a grande estrela tornando tudo mais realista e fotogénico e a velocidade da Playstation 5 a fazer loadings é também notória em NBA 2K21.

Os reflexos em NBA 2K21 na Playstation 5 são impressionantes

Na Playstation 5 o jogo corre de uma maneira muito mais suave que na geração anterior, as físicas estão mais credíveis e é conseguido passar uma sensação distinta entre cada jogador que controlamos, o que para a NBA que vive muito de individualidades é excelente.

De alterações relevantes temos uma modificação do sistema de lançamento que se afasta um pouco do anterior e que vai criar uma curva de aprendizagem que para os mais novatos pode ser um pouco dantesca mas nada temam, com um pouco de persistência é domável, sendo que no meio de um jogo com muito contacto físico e gameplay numa área reduzida dá sempre azo a erros o que acaba por se traduzir num desafio, mesmo para os veteranos.

Vão encontrar o modo carreira onde vão mais uma vez ascender e desenvolver um jogador para se tornar a estrela da sua equipa, não acrescentando nada de significativamente diferente de edições anteriores do jogo.

NBA 2K21 + Dualsense

NBA 2K21 + Dualsense = O comando da Playstation 5 é das coisas que mais nos deixou impressionados nesta entrada numa nova geração e foi com agrado que verificamos que NBA 2K21 não se esqueceu da imersão que o Dualsense pode conferir a um jogo com as características de NBA 2K21. Para além do feedback háptico que nos transmite os impactos mais fortes, a utilização dos gatilhos adaptáveis do Dualsense consegue transmitir a fadiga dos jogadores, sendo que temos mais dificuldade em vencer a resistência dos gatilhos à medida que a partida vai decorrendo.

Em conclusão, com uma pandemia pelo meio e uma mudança de geração de consolas em NBA 2K21 os produtores optaram por jogar à defesa, não entrando em revoluções de gameplay e entregando um jogo que é uma evolução do que já vimos anteriormente. Visualmente na Playstation 5 o jogo está impressionante, fotorealista, e vai causar impacto em quem entra em contacto pela primeira vez com esta série de jogos. Já os jogadores veteranos de NBA 2K não vão encontrar nenhuma surpresa e têm a garantia da entrega de um jogo que já conhecem e com o qual já estão familiarizados.