Outcast 2: A New Beginning promete revolucionar novamente os jogos em mundo aberto

Uma das mais aguardadas sequelas regressa após duas décadas

A THQ Nordic e os Appeal Studios anunciaram o jogo Outcast 2: A New Beginning para as plataformas PlayStation 5, Xbox Series e PC (Steam). Datas ou janelas lançamento não foram anunciadas.

Através da página oficial do jogo na Steam podemos ler:

20 anos depois de Outcast, o galardoado título de ação e aventura, ter aberto o caminho para os jogos de mundo aberto não lineares, a sequela há muito esperada vê Cutter Slade regressar ao espetacular mundo alienígena de Adelpha. Ressuscitado pelos todo-poderosos Yods, Cutter regressou e encontra os Talans escravizados num mundo esgotado dos seus recursos naturais, numa história que cruza o seu próprio passado com as forças robóticas invasoras. Cabe a Cutter partir numa missão para salvar o planeta novamente.

A equipa original responsável pelo Outcast 1 voltou a juntar-se para criar este mundo fascinante repleto de criaturas perigosas e onde podemos encontrar os Talans: um povo antigo cujo destino está ligado de forma inseparável ao da Terra desde os eventos do primeiro jogo. Jogas com Cutter Slade, um ex-Navy SEAL que não perdeu os seus dotes de sarcasmo desde os anos 1990. Contudo, o mundo em seu redor mudou e eventualmente também ele terá de fazê-lo.

Para salvar Adelpha, irás…

  • Usar o teu jetpack para saltar, deslizar, planar e atravessar de forma rápida o fantástico mundo aberto do jogo
  • Combinar dezenas de módulos diferentes para criar a tua própria arma pessoal para eliminares os robôs invasores
  • Ter controlo total para abordar a história ao teu próprio ritmo num mundo não linear
  • Explorar o mundo sem limites, descobrir templos escondidos e animais perigosos
  • Familiarizares-te com a cultura Talan enquanto ajudas o seu povo a libertar as suas aldeias e ganhar acesso a antigos poderes Talan que usam as forças da natureza para destruir os teus inimigos
  • Descobrir um belo mundo criado ao pormenor acompanhado por uma banda sonora épica do compositor original do Outcast, Lennie Moore
Vindo de vários mundos e projetos, juntou-se à redação do Otakupt em 2020, pronto para informar todos os leitores com a sua experiência nas várias áreas da cultura alternativa. Assistiu de perto ao nascimento dos videojogos em Portugal até à sua atualidade, devora tudo o que seja japonês (menos a gastronomia), mas é também adepto de grandes histórias e personagens sejam essas produzidas em qualquer parte do globo terrestre.