Polícia prende homem por modificar e depois vender PS3

Polícia prende homem por modificar e depois vender PS3

A polícia prendeu um homem de 44 anos, residente em Ayagawa, Kagawa, dia 9 de outubro por supostamente modificar PlayStation 3 e depois vender as consolas. A polícia alega que o suspeito, um trabalhador a part-time chamado Tadaaki Abe, violou a Lei de Marcas, a Lei de Prevenção de Concorrência Desleal e outras leis.

As modificações supostamente permitem que os jogadores copiem os jogos para que possam jogar sem precisar de inserir os discos originais novamente. O suspeito estaria a vender PS3 modificadas por 15.555 ienes (cerca de 140 dólares), através de um site de leilão on-line. A polícia descobriu o leilão em julho de 2018 e localizou Abe.

As autoridades nipónicas afirmaram que, após a sua prisão, Abe tinha pelo menos 40 PlayStation 3 na sua casa, mas a polícia ainda não confirmou se foram modificadas. Abe declarou no seu depoimento que vendia PS3 modificadas “para ganhar dinheiro”.