Polícias são demitidos por ignorar roubo para jogar Pokémon Go

Polícias são demitidos por ignorar roubo para jogar Pokémon Go

No início desta semana um painel de três juízes do Tribunal de Apelações da Califórnia confirmou a demissão de dois polícias de Los Angeles depois deles alegarem que foram demitidos indevidamente devido ao uso de uma gravação no carro durante ações disciplinares.

Mas o que levou ao seu despedimento? O recurso acabou por revelar que os dois polícias foram demitidos porque uma investigação determinou que a dupla ignorou uma chamada de roubo em andamento para capturar um Snorlax em Pokémon Go.

No julgamento foi revelado que os polícias jogaram Pokémon Go por quase 20 minutos depois de ignorar um pedido de reforço numa chamada de assalto em andamento. Os polícias optaram por não responder a um pedido de reforço e, em vez disso, passaram o tempo a dirigir por um bairro a capturar vários Pokémon. Uma audiência disciplinar usou uma gravação de dentro do carro de patrulha que os filmou a discutir uma tentativa de captura de um Togetic. Isto ocorreu em 2017, quando Togetic e Snorlax ainda eram considerados Pokémon raros no jogo.

O tribunal também observa que, quando confrontados com as evidências da gravação, a dupla negou que estivesse a jogar Pokémon Go e mais tarde argumentou que Pokémon Go não era um jogo. De acordo com o julgamento, a dupla também afirmou que a gravação os mostrava a “capturar uma imagem” de um Pokémon num aplicativo de rastreamento então ativo para compartilhar com outros jogadores e que a sua atividade era apenas uma tentativa de participar num evento social.

Os dois polícias foram acusados de má conduta em serviço, incluindo jogar Pokémon Go enquanto patrulhavam no seu veículo e depois fazer declarações falsas a um detetive de assuntos internos durante a investigação da queixa subsequente. A dupla foi considerada culpada por um conselho e posteriormente foram demitidos do departamento. A dupla argumentou, sem sucesso, que o uso de uma gravação do carro era contra a lei, e foi assim que as circunstâncias da sua demissão vieram à tona.

Subscreve
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments