Rede de preservação de videojogos alega que a PlayStation 5 também necessita dos servidores da PSN para o seu funcionamento

Poderá ter o mesmo destino que as suas irmãs mais velhas

Após comprovar que a remoção e substituição de uma pilha na motherboard numa PlayStation 4, não produz nenhum efeito na operação normal da consola, exceto se ligarmos à PSN. Um utilizador decidiu voluntariar-se para descobrir se o mesmo acontece com a nova consola da Sony a PlayStation 5.

O Twitter de Does it play? Muito recentemente publicou notícias nada animadoras para os fãs dos jogos da marca azul. Este informa, que alguém com muita bravura decidiu comprovar se a remoção e substituição de uma pilha na CMOS da motherboard, permite o funcionamento normal da consola. Segundo parece o mesmo também acontece na PlayStation 5. Para já, e numa análise muito breve (mais detalhes numa data posterior) existem relatos a indicar que os jogos digitais não poderão ser executados, e será também necessário ligar a consola aos servidores da PSN para permitir o seu funcionamento. Este assunto atinge contornos ainda mais polémicos porque a Sony, lançou no mercado uma versão inteiramente digital desta consola.

Vindo de vários mundos e projetos, juntou-se à redação do Otakupt, pronto para informar todos os leitores com a sua experiência nas várias áreas da cultura alternativa. Assistiu de perto ao nascimento dos videojogos em Portugal, até à sua atualidade. Devora tudo o que seja japonês (menos a gastronomia), mas é também é adepto de grandes histórias e personagens sejam essas produzidas em qualquer parte do globo terrestre.