A SEGA Japan lançou novos procedimentos de ‘streaming’ para o público japonês.

Estes permitem que os utilizadores retirem algum rendimento extra dos seus vídeos ou streams de jogos da SEGA em plataformas de transmissão como o YouTube ou Twitch.

Por outras palavras a Service Games não barrará a difusão dos seus jogos, pelo contrário até incentiva os jogadores a criar vídeos das suas propriedades intelectuais, e lucrar com as suas transmissões. Contudo, pede veementemente que se incluírem spoilers, que os seus utilizadores devem colocar spoiler tags nos mesmos.

Esta iniciativa apenas se aplica ao Japão, e títulos de terceiros ou publicados pela empresa no ocidente como os Persona da Atlus, ou Total War, não farão parte -para já- deste programa.

Vindo de vários mundos e projetos, juntou-se à redação do Otakupt em 2020, pronto para informar todos os leitores com a sua experiência nas várias áreas da cultura alternativa. Assistiu de perto ao nascimento dos videojogos em Portugal até à sua atualidade, devora tudo o que seja japonês (menos a gastronomia), mas é também adepto de grandes histórias e personagens sejam essas produzidas em qualquer parte do globo terrestre.