Square Enix revela novas informações sobre Final Fantasy VII Remake Intergrade

Muitas novidades para os fãs desta majestosa obra

A Square Enix partilhou novas informações sobre o jogo Final Fantasy VII Remake Intergrade.

Além de regressos, também indicou que o DLC de Yuffie vai incluir novas mecânicas e adições.

Começamos com uma cara bem conhecida para quem jogou Dirge of Cerberus: Final Fantasy VII. Nero The Sable, o irmão de Weiss, está de regresso! Este foi criado para manipular as trevas, mas foi rotulado de “experiência falhada”, por isso foi banido para os confins da Deepground da Shinra.

Scarlet, também espera por Yuffie e Sonon nesta emblemática localização. A sádica líder da divisão de armamento da Shinra usará a dupla para testar a sua nova e mortífera criação, a Battle Armor: Crimson Mare.

Contudo, os nossos heróis além de desempenharem novos e poderosos ataques sincronizados através do botão “L2”, também contarão com o auxílio de Ramuh, o Deus do trovão que faz a sua estreia nesta versão moderna de Final Fantasy VII.

Tal como no jogo clássico e na nova versão, Yuffie e Sonon, podem contar com “Limit Breaks”. Enquanto o movimento especial de Yuffie intitulado de “Bloodbath” usará um misto de artes marciais e o seu enorme Shuriken, Sonon, usará a sua “Dance of Dragon” para subjugar o campo de batalha com poderosos e devastadores ataques do seu bastão.


Quando o duo precisa de uma pausa, pode relaxar no seu esconderijo clandestino e desfrutar da nova febre de Midgar, o jogo Fort Condor. Este foi iinspirado nas campanhas militares da Shinra, e coloca dois jogadores frente a frente enquanto enviam unidades de combate para conquistar a base do adversário e defendem a sua. Existe o rumor que o melhor jogador da cidade está em posse de uma matéria raríssima.

Por último a Square Enix revelou a key visual oficial de Final Fantasy VII Remake Intergrade, a mesma conota na perfeição o lado “B” desta versão.

Final Fantasy VII Remake Intergrade vai receber o seu lançamento em exclusivo para a PlayStation 5 a 10 de junho em todos os territórios mundiais.

Vindo de vários mundos e projetos, juntou-se à redação do Otakupt em 2020, pronto para informar todos os leitores com a sua experiência nas várias áreas da cultura alternativa. Assistiu de perto ao nascimento dos videojogos em Portugal até à sua atualidade, devora tudo o que seja japonês (menos a gastronomia), mas é também adepto de grandes histórias e personagens sejam essas produzidas em qualquer parte do globo terrestre.