The Great Ace Attorney Chronicles recebe um novo trailer onde detalha as suas novas mecânicas

O mundo de Ace Attorney recebe novos elementos para conduzir julgamentos ainda mais dinâmicos

A Capcom revelou mais um trailer para o jogo The Great Ace Attorney Chronicles.

No vídeo podemos assistir às sequências de tribunal e de investigação que se celebrizaram dentro e fora da série, e a duas novas adições ao jogo: “Summation Examination” e “Dance of Deduction”.

Os jogadores encarnam o jovem advogado japonês Ryunosuke Naruhodo, o antepassado do lendário Phoenix Wright. Com a ajuda da sua assistente jurídica Susato Mikotoba e o grande detetive britânico Herlock Sholmes, Ryunosuke desvendará os mistérios por trás de 10 casos vultosos ambientados no final do século XIX, durante o Período Meiji no Japão até à Era Vitoriana na Inglaterra. A contagiante jogabilidade da série que envolve investigações e batalhas no tribunal regressa. Durante as investigações, os jogadores visitam a cena do crime para reunir pistas, e colecionar depoimentos de testemunhas. Como novidade para a série, Ryunosuke colabora com Sholmes nas insólitas “Dances of Deduction”. Nessas novas sequências, os jogadores devem corrigir as conclusões exageradas de Sholmes para chegar a fatos mais concretos.

O destino dos seus clientes está nas mãos de Ryunosuke. Durante as batalhas no tribunal, os jogadores precisam apresentar provas, interrogar testemunhas-chaves e convencer o júri para atribuir o veredicto “Not Guilty” aos mesmos. Outro elemento que estreia na série é a etapa de “Summation Examination”, em que os jogadores devem apontar inconsistências entre as declarações dos jurados para conduzir o julgamento a seu favor

The Great Ace Attorney Chronicles vai receber lançamentos nas plataformas Nintendo Switch, PlayStation 4 e PC (Steam) a 27 de julho.

Vindo de vários mundos e projetos, juntou-se à redação do Otakupt em 2020, pronto para informar todos os leitores com a sua experiência nas várias áreas da cultura alternativa. Assistiu de perto ao nascimento dos videojogos em Portugal até à sua atualidade, devora tudo o que seja japonês (menos a gastronomia), mas é também adepto de grandes histórias e personagens sejam essas produzidas em qualquer parte do globo terrestre.