Ubisoft adia mais um vez Skull and Bones e cancela 3 jogos

No rescaldo de um relatório financeiro despontante a Ubisoft revelou que decidiu adiar mais uma vez o jogo Skull and Bones. A companhia revelou que decidiu também cancelar 3 jogos não anunciados que se juntam assim aos 4 cancelados em julho de 2022.

A editora também revelou que vai tomar algumas medidas para fortalecer as suas “perspectivas de crescimento e criação de valor a longo prazo”.

Skull and Bones vai ser lançado para PlayStation 5, Xbox Series, PC via Epic Games Store e Ubisoft Store, Stadia e Luna.

Na mensagem podemos ler:

Olá, corsários. A nossa equipa está a trabalhar duro para polir e equilibrar a experiência antes do lançamento mundial. Como resultado, tomamos a difícil decisão de mudar a nossa data de lançamento para 9 de março de 2023. Estamos muito ansiosos para que todos coloquem as mãos em Skull and Bones e mergulhem de cabeça no perigoso e emocionante mundo da construção do vosso próprio império pirata. Para oferecer a melhor experiência possível, decidimos levar um pouco mais de tempo para garantir que podemos entregar exatamente isso.

Para os mais ansiosos, também estamos muito felizes em anunciar que realizaremos uma versão beta aberta do jogo num futuro próximo. Compartilharemos mais notícias sobre como vocês se podem inscrever em breve, portanto, mantenham as vossas lunetas treinadas nas nossas redes sociais para mais notícias e anúncios.

No site oficial podemos ler: Entra no perigoso paraíso de Skull and Bones, inspirado no Oceano Índico durante a Era de Ouro da Pirataria, enquanto superas as probabilidades e passa de um marginal para um pirata infame. Cria uma variedade de navios únicos para sobreviver, prosperar e governar num mundo imersivo que apresenta novos desafios e recursos a cada temporada.

Subscreve
Notify of
guest

1 Comentário
Mais Antigo
Mais Recente Mais Votado
Inline Feedbacks
View all comments
CaioVictorFAD
CaioVictorFA
11 , Janeiro , 2023 20:28

Se esse jogo for um fiasco no lançamento, nem vou ficar surpreso.
Não só devido a todos esses atrasos, mas também POR SER A UBISOFT, ou melhor, BUGsoft.